Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Uefa multa Croácia por atitude racista de seus torcedores

Por Pierre-Philippe Marcou - 19 jun 2012, 16h18

A Federação Croata de Futebol foi condenada a pagar uma multa de 80.000 euros nesta terça-feira devido, entre outros motivos, ao comportamento racista de alguns dos seus torcedores durante a partida contra a Itália válida pela segunda rodada da fase de grupos da Eurocopa-2012, no dia 14 de junho em Poznan, informou a UEFA.

A entidade divulgou um comunicado informando o motivo oficial da multa, o “uso de fogos de artifício e a conduta inapropriada dos torcedores croatas (cantos e símbolos racistas)”.

De acordo com associações de luta contra o racismo, entre 300 e 500 torcedores croatas imitaram “gritos de macaco” cada vez que Mario Balotelli, jogador italiano de origem ganesa, tocava na bola, durante a partida que terminou empatada em 1 a 1. Além disso, um fotógrafo da AFP observou que uma casca de banana havia sido jogada desde o gramado.

Esses atos revoltaram o presidente da Uefa, o ex-craque francês Michel Platini. “Não estou gostando do que está acontecendo com a Croácia. Fui para lá no ano passado e observei as mesmas coisas. A equipe joga bem, mas sempre há uma centena de idiotas que estragam tudo nas arquibancadas. Não pode continuar desta forma”, afirmou o dirigente.

Publicidade

A equipe croata foi eliminada da Eurocopa-2012 na segunda-feira, ao perder por 1 a 0 para a Espanha, em Gdansk, e terminou na terceira posição do grupo C, atrás dos espanhóis e da Itália.

Publicidade