Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Uefa deixa Neymar fora da lista de 50 candidatos à seleção do ano

Alisson, Ederson, Fabinho e Roberto Firmino são os únicos representantes brasileiros entre os indicados

Por Da Redação - 26 nov 2019, 10h16

A União das Associações Europeias de Futebol (Uefa) divulgou nesta terça-feira, 26, a lista de 50 candidatos à seleção do ano e deixou o brasileiro Neymar de fora. O atacante do Paris Saint-Germain sofreu com lesões e não conseguiu conquistar uma vaga entre os 15 melhores de sua posição em 2019.

Tabela completa de jogos da Liga dos Campeões 2019/20

A lista de indicados foi construída por especialistas da Uefa, tendo como base o desempenho dos jogadores entre janeiro e dezembro de 2019. Neste período, Neymar perdeu um total de 212 dias de trabalho devido a lesões no pé, coxa e tornozelo.

Dos quatro representantes brasileiros na lista, três são do Liverpool, atual campeão da Liga dos Campeões: o goleiro Alisson, o volante Fabinho e o atacante Roberto Firmino. O goleiro Ederson, do Manchester City, completa a participação brasileira entre os melhores. A lista é dominada por atletas de times ingleses, que compõem metade dos indicados.

A eleição dos melhores do ano será decidida por votos do público no site da Uefa. As votações foram abertas nesta terça e vão até o dia 9 de janeiro.

Publicidade

Confira os candidatos à seleção do ano da Uefa

Goleiros:

Alisson (Liverpool)
André Onana (Ajax)
Ederson (Manchester City)
Jan Oblak (Atlético de Madri)
Marc-André Ter Stegen (Barcelona)

Defensores:

Andy Robertson (Liverpool)
Aymeric Laporte (Manchester City)
César Azpilicueta (Chelsea)
Daley Blind (Ajax)
Jan Vertoghen (Tottenham)
José Gímenez (Atlético de Madri)
Jordi Alba (Barcelona)
Joshua Kimmich (Bayern de Munique)
Kalidou Koulibaly (Napoli)
Matthijs De Ligt (Juventus)
Nicolás Tagliafico (Ajax)
Sergio Ramos (Real Madrid)
Trent Alexander-Arnold (Liverpool)
Virgil Van Dijk (Liverpool)

Meias:

Ángel Di María (PSG)
Bernardo Silva (Manchester City)
Bruno Fernandes (Sporting)
David Silva (Manchester City)
Donny Van de Beek (Ajax)
Fabián Ruiz (Napoli)
Fabinho (Liverpool)
Frenkie De Jong (Ajax/Barcelona)
Georginio Wijnaldum (Liverpool)
Hakim Ziyech (Ajax)
Jordan Henderson (Liverpool)
Jorginho (Chelsea)
Kevin De Bruyne (Manchester City)
N’Golo Kanté (Chelsea)
Thiago (Bayern de Munique)

Atacantes:

Cristiano Ronaldo (Juventus)
Dusan Tadic (Ajax)
Eden Hazard (Chelsea/Real Madrid)
Harry Kane (Tottenham)
Kylian Mbappé (PSG)
Lionel Messi (Barcelona)
Mohamed Salah (Liverpool)
Pierre-Emerick Aubameyang (Arsenal)
Raheem Sterling (Manchester City)
Robert Lewandowski (Bayern de Munique)
Roberto Firmino (Liverpool)
Sadio Mané (Liverpool)
Serge Gnabry (Bayern de Munique)
Sergio Agüero (Manchester City)
Son Heung-min (Tottenham)

Publicidade