Clique e assine com até 92% de desconto

Triste pelo placar, Felipão isenta jogadores: ‘Fizeram o melhor possível’

Por Da Redação 6 ago 2011, 21h34

O técnico Luiz Felipe Scolari ficou satisfeito com a disposição de seu time no empate por 0 a 0 com o Grêmio, na noite deste sábado. Mesmo desperdiçando a chance de atuar em casa, no Canindé, o treinador valorizou a vontade demonstrada pela equipe e nem pensa em dar bronca no elenco.

‘Ficamos frustrados por não ter conseguido os três pontos, mas não tenho o que cobrar de diferente. Não sinto desconforto e nem posso ficar bravo, porque vi que meu time fez o que podia, os jogadores fizeram o melhor possível. Só estou triste pela pontuação que não conseguimos’, afirmou.

O Palmeiras esbarrou na forte marcação gremista, que estreou o técnico Celso Roth nesta rodada do Campeonato Brasileiro. Amigo do comandante adversário, Felipão sabia que não teria jogo fácil neste sábado.

‘Se analisarmos a equipe do Grêmio que vinha jogando e a de hoje, não podemos reclamar. Tivemos situações melhores, mas o Grêmio se comportou como equipe forte, se defendendo e não dando oportunidade. Se não tivemos capacidade de fazer o gol em dois ou três momentos, não podemos falar’, acrescentou.

No decorrer do segundo tempo, Felipão ainda tirou Maikon Leite para a entrada de Dinei, que quase marcou o gol ao chutar forte de dentro da área, mas Rafael Marques apareceu para interceptar e salvar o time gaúcho.

‘O Dinei entrou por solicitação de bolas aéreas, porque os jogadores do Grêmio são altos e ganhavam todas aquelas jogadas. As duas bolas do jogo foram do Dinei, mas o jogador do Grêmio se atirou na frente para defender, com capacidade e sorte’, concluiu.

Continua após a publicidade
Publicidade