Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tricolor fala em reaproximação, mas Gobbi promete pensar só no Timão

O São Paulo acredita que a eleição de Mario Gobbi como novo presidente do Corinthians pode ser um passo para a reaproximação entre as partes. O grande problema é, contudo, convencer o novo mandatário alvinegro a contrariar uma política adotada pela administração de Andrés Sanchez. Por enquanto, a intenção do Tricolor não traz empolgação ao dirigente do Timão.

Neste domingo, antes do Majestoso no Pacaembu, válido pelo Campeonato Paulista, o vice de futebol do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes, não economizou elogios a Mario Gobbi. O representante tricolor ressaltou até a personalidade do presidente alvinegro.

‘Primeiro, a gente gostaria de cumprimentar o doutor Mario Gobbi pela eleição e por assumir um cargo tão importante. Acho que agora terá nova época na relação com o São Paulo Futebol Clube, infelizmente não foi a melhor nos últimos anos. Já tive a chance de conversar com ele em um momento anterior, tive uma impressão boa, é uma pessoa séria, culta, acho que vamos nos dar muito bem’, destacou João Paulo de Jesus Lopes.

Mario Gobbi foi frio ao saber dos elogios de João Paulo de Jesus Lopes. ‘Eu tenho como pensamento, eu sempre pensei dessa forma, falei inclusive nos meios de comunicação, que preciso cuidar do Corinthians, cada um cuida do seu clube. Existem temas que são interesse de todos e aí todos devem participar do processo. Mas eu vou cuidar do Corinthians, pensar no melhor para o Corinthians, fui eleito para isso’, disparou.

Uma das atitudes marcantes da gestão de Andrés Sanchezfoi a decisão de descartar a utilização do Morumbi em mandos de jogos do Corinthians. Tudo começou quando o São Paulo usou o direito de reservar a cota mínima ao Timão em clássicos.

‘Enquanto a Arena Corinthians não fica pronta, vamos jogar todos os jogos no Pacaembu’, prometeu Mario Gobbi.