Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Treinador é acusado de dar uma cabeçada em jogador

John Tomic, pai e treinador do australiano Bernard, teria agredido um membro da equipe de treinamento do filho durante o Masters 1000 de Madri

Por Da Redação 6 Maio 2013, 19h53

John Tomic, pai e treinador do tenista Bernard Tomic, nascido na Alemanha e naturalizado australiano, foi formalmente acusado por um tribunal de Madri, nesta segunda-feira, de ter agredido um companheiro de treino do seu filho durante a preparação para o Masters 1000 na capital espanhola nesta semana. A corte informou que John Tomic negou a acusação, mas terá de participar de nova audiência no próximo dia 14. O francês Thomas Drouet, parceiro de treinos de Bernard – 49º colocado do ranking da ATP -, declarou ao jornal australiano Herald Sun que John Tomic havia lhe dado uma cabeçada no último sábado, durante uma discussão próximo ao hotel onde estavam hospedados. Na audiência, o tribunal revelou que John Tomic não aceitou a descrição dos fatos que investigam o caso, o que impediu a realização de um julgamento rápido. Bernard Tomic, de 20 anos, foi derrotado na primeira rodada do Masters 1000 de Madri, no domingo, pelo checo Radek Stepanek, com parciais de 6/3 e 6/2.

Leia também:

Fifa suspende dirigente americano por corrupção

Joey Barton é punido por ataques ao brasileiro Thiago Silva

Horas antes de John Tomic comparecer ao tribunal, a Tennis Australia, entidade que comanda a modalidade no país, confirmou que estava investigando, em conjunto com a ATP, alegações de que houve a agressão a Thomas Drouet. Uma versão aponta que John discutia com o filho quando Drouet tentou proteger o amigo e foi agredido. Outra versão indica que o pai de Bernard teria discutido diretamente com Drouet. A rádio francesa RMC noticiou que Drouet fraturou o nariz e algumas vértebras, enquanto o Herald Sun publicou que o jogador francês ficou inconsciente perto do hotel onde os Tomic estavam hospedados. Drouet, de 29 anos, não compete desde 2007 e faz parte da equipe de treinos de Tomic, que no ano passado, em sua festa de 20 anos, brigou com convidados. Ele já foi acusado de falta de combatividade em quadra.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade