Clique e assine a partir de 8,90/mês

Torcidas de São Paulo e Ponte se confrontam com pedras, paus e rojões

Por Da Redação - 5 fev 2012, 21h51

A rivalidade acirrada desde 2005 entre torcidas organizadas de São Paulo e Ponte Preta só não teve maiores problemas neste domingo porque a Polícia Militar interveio a tempo. Antes do jogo entre as equipes, torcedores dos dois clubes se confrontaram na entrada do Moisés Lucarelli.

Os dois lados usaram pedras, paus e rojões para atingirem seus rivais. Os policiais agiram com balas de borracha e, na sequência, entraram em confronto com torcedores da Macaca.

A confusão durou cerca de alguns minutos até os torcedores do Tricolor, que tiveram direito a 3.500 ingressos, serem deslocados para o local que ocuparam no estádio ponte-pretano. Alguns torcedores sofreram ferimentos leves.

Os problemas entre as torcidas de São Paulo e Ponte Preta tornaram-se mais violentos no Campeonato Brasileiro de 2005, quando são-paulinos mataram a pauladas, perto do Moisés Lucarelli, o ponte-pretano Anderson Ferreira Tomás.

Continua após a publicidade
Publicidade