Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Torcida solta rojões e Croácia cede empate na Eurocopa

Empate em 2 a 2 com a República Checa foi marcado por atos de vandalismo da torcida croata em Saint-Ètienne

A Eurocopa da França teve mais um dia agitado e marcado pelo mau comportamento dos torcedores. Em Saint-Ètienne, República Checa e Croácia empataram em 2 a 2 na tarde desta sexta-feira, em uma partida emocionante, mas marcada por um incidente com sinalizadores e uma bomba em campo. A Croácia vencia por 2 a 0, com gols de Ivan Perisic e Ivan Rakitic, até os 30 minutos do segundo tempo, quando os checos iniciaram a reação, com Milan Skoda. Aos 42 minutos, o jogo foi paralisado por causa dos artefatos atirados por torcedores croatas. No recomeço, a República Checa empatou de pênalti com Tomas Necid.

A Eurocopa da baderna: 323 ‘torcedores’ já foram detidos na França

Com o empate, A Croácia chegou aos quatro pontos e ocupa provisoriamente a liderança do Grupo D, esperando pela próxima rodada para confirmar sua vaga nas oitavas de final. A Espanha, com três pontos, assume a liderança se vencer a Turquia também nesta sexta. Já os checos somaram o primeiro ponto na chave.

Explosões – O duelo foi marcado pelo lançamento de sinalizadores e uma bomba em campo nos minutos finais da partida por parte de torcedores croatas. Cerca de dez foram arremessados em campo, até queimando um trecho do gramado, e atingindo um funcionário. O jogo precisou ser paralisado por cerca de cinco minutos, causando irritação até nos jogadores da Croácia.

O lamentável vandalismo dos croatas é mais uma evidência de que o sistema de segurança da Eurocopa segue falhando, já que a entrada deste tipo de artefato explosivo é proibida nos estádios. Na retomada do jogo, a República Checa buscou o empate em cobrança de pênalti, já nos acréscimos causados pela interrupção. Por causa do incidente, o time croata corre o risco de sofrer uma advertência ou até mesmo punição.

O episódio lembrou o que aconteceu na partida entre Coritiba e Palmeiras, na quarta-feira, pelo Brasileirão. Naquele jogo, o Palmeiras vencia por 2 a 1 até que torcedores acenderam sinalizadores nas arquibancadas. O árbitro paralisou o jogo e, nos acréscimos, o time paranaense buscou o empate, o que causou revolta e indignação de dirigentes, jogadores e até do técnico do Palmeiras, Cuca.

Leia também:

Itália vence com golaço ‘brasileiro’ e avança na Euro-2016

Euro-2016: Vardy e Sturridge ajudam Inglaterra a virar sobre País de Gales

Euro-2016: torcedores russos e ingleses voltam a brigar

(com Estadão Conteúdo)