Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Torcida santista solta fogos e atrapalha noite de sono do Bolívar

Por Da Redação 10 Maio 2012, 11h22

O clima de decisão para o jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores da América, entre Santos e Bolívar, nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, já começou. Por volta das 2h30 da madrugada de quarta para quinta, um grupo de torcedores do Peixe esteve em frente ao hotel onde ‘La Academia’está hospedada e promoveu um verdadeiro foguetório, atrapalhando a noite de sono dos bolivianos.

A queima de fogos durou aproximadamente dois minutos, mas foi o suficiente para acordar moradores que residem em volta do hotel em que o Bolívar se hospedou.

Na partida de ida entre as duas equipes, no dia 25 de abril, em La Paz (Bolívia), a torcida local arremessou laranjas e bananas no gramado do Estádio Hernando Siles. Uma delas atingiu o atacante Neymar, durante o confronto, vencido pelos bolivianos.

Durante a semana, tanto os jogadores santistas quanto o técnico Muricy Ramalho têm pedido aos torcedores que evitem um clima de revanchismo para o duelo de volta, contra o Bolívar. O presidente do clube, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, também fez esse apelo a torcida.

Com uma vitória por 1 a 0 o Santos já estará classificado as quartas de final da Libertadores. Se o Peixe ganhar por 2 a 1, a vaga será decidida nas cobranças de pênaltis. Caso os bolivianos marcarem dois ou mais gols na Vila, os santistas terão que vencer por dois ou mais gols de diferença, para se garantirem na próxima etapa da competição.

Continua após a publicidade
Publicidade