Clique e assine a partir de 9,90/mês

Torcedores do Boca Juniors pedem permanência de Riquelme

Por Alejandro Pagni - 9 jul 2012, 20h36

Milhares de torcedores do Boca Juniors se mobilizaram nesta segunda-feira na frente do estádio ‘La Bombonera’ de Buenos Aires e em outras cidades da Argentina para pedir a permanência no clube ‘xeneize’ do ídolo Juan Román Riquelme, que anunciou sua saída após a derrota para o Corinthians na final da Copa Libertadores.

“Riquelme é o nosso melhor jogador. Ele não pode sair para outro clube. Ele precisa terminar sua carreira aqui”, disse ao canal C5N um jovem torcedor que se juntou a outros 3.000 na frente do estádio em mobilização iniciada nas redes sociais.

Centenas de fãs do Boca também se reuniram em dezenas de cidades do país, como Mar del Plata, Chaco, Salta, Rosario, San Luis ou La Rioja para que pedir que o jogador volte atrás em sua decisão.

“Tem que gritar, tem que gritar. Riquelme é do Boca e do Boca ele não sai”, cantavam torcedores de todas as idades nos quatro cantos da Argentina.

Continua após a publicidade

Riquelme era capitão do time e usava a mítica camisa 10 do Boca, que já foi do maior ídolo do país, Diego Maradona. Na última quarta-feira, após a derrota por 2 a 0 para o Corinthians, no estádio Pacaembu de São Paulo, o meia anunciou que não queria mais jogar no clube.

“Amo este clube, esta camisa. Desejo o melhor à torcida do Boca, mas não vou continuar. Não estou 100% e não posso jogar pela metade. É uma decisão minha”, afirmou.

Desde então, foi cotado para ser contratado por diversos clubes, inclusive brasileiros, como o Flamengo. O Villareal, da Espanha, onde Riquelme já jogou de 2003 a 2008, também mostrou interesse por sua contratação.

O meia foi tricampeão da Copa Libertadores com o Boca (2000, 2001 e 2007) e marcou 80 gols em 352 partidas.

Continua após a publicidade

Com a seleção argentina, Riquelme foi campeão olímpico em Pequim-2008 e conquistou o Mundial Sub-20 na Malásia em 1997.

Publicidade