Clique e assine a partir de 8,90/mês

Torcedores chilenos invadem centro de mídia do Maracanã

Por Leslie Leitão - 18 jun 2014, 15h49

Pouco depois das 15h, cerca de 100 torcedores chilenos que se concentravam na Rua Eurico Rabelo, no Rio de Janeiro, forçaram, nesta quarta-feira, pouco antes do jogo entre Espanha e Chile, uma grade de acesso ao centro de mídia e invadiram o local. Os seguranças não conseguiram conter o grupo, que correu para dentro da área reservada aos jornalistas, ainda no hall de entrada do estádio do Maracanã. A correria deixou um pequeno rastro de destruição, incluindo a porta de vidro do acesso principal ao centro de imprensa.

A policia militar foi chamada para atuar dentro das imediações do estádio, onde iniciou uma caçada. Segundo a Secretaria de Segurança, foram detidos 85 torcedores. Uma senhora que participou da invasão se machucou e teve de ser levada para o ambulatório. Embora a organização da Copa tenha negado em comunicado que torcedores conseguiram chegar até os assentos, o fotógrafo de VEJA Luiz Maximiano registrou a passagem de alguns chilenos por uma área de acesso restrito à beira do gramado. Eles passaram pelos fiscais de campo, subiram as escadas e rapidamente se misturaram aos torcedores na arquibancada.

Publicidade