Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Torcedor à distância, Pedrinho quer retornar ao Vasco como dirigente

Por Da Redação - 25 out 2011, 12h57

Enquanto se prepara para retornar ao futebol com a camisa do Olaria no Campeonato Carioca do ano que vem, o meia Pedrinho torce para que seu Vasco conquiste o título brasileiro e já planeja retornar à Colina, dessa vez como dirigente.

‘Penso em trabalhar no Vasco, mas ainda não sei direito em qual área. Talvez como dirigente, na gestão das categorias de base do clube’, declarou o jogador, que iniciou a carreira justamente nos juniores do Cruz-maltino.

Em 1995, Pedrinho foi promovido aos profissionais e lá ficou por mais cinco anos, conquistando seis títulos: Campeonato Carioca, Torneio Rio-São Paulo, Mercosul, dois Campeonatos Brasileiros, além da taça mais importante da história do clube, a Libertadores da América de 1998.

Após um hiato de oito anos longe do Vasco, o meia retornou ao clube, mas não alcançou as mesmas glórias de antes, pelo contrário. Do banco de reservas, Pedrinho assistiu ao clube do coração ser rebaixado no Campeonato Brasileiro de 2008, em 07 de dezembro, quando o Cruz-maltino perdeu por 2 a 0 para o Vitória em pleno São Januário.

Publicidade

‘Aquele foi um dos piores momentos da minha vida, com certeza, e eu nunca vou esquecer. Mas não conseguiu manchar tudo que eu conquistei com a camisa do Vasco’, garante o jogador, que três anos após o descenso vê o clube viver nova fase.

Em 2011, o Vasco conquistou o inédito título da Copa do Brasil – garantindo a participação na Libertadores depois de dez anos – e lidera o Campeonato Brasileiro dois pontos à frente do segundo colocado, faltando sete rodadas para o término da competição. E se depender da torcida de Pedrinho, o Cruz-maltino voltará a levantar a taça do Nacional.

‘Estou bem contente com essa fase da equipe. O time está realmente bem, encaixado, e eu estou muito esperançoso. O campeonato é muito nivelado, mas acredito no Vasco campeão’, apostou.

Publicidade