Clique e assine a partir de 9,90/mês

Tóquio confirma nova data para realização dos Jogos Olímpicos

Comitê organizador local diz que receberá a próxima edição da competição entre Julho e Agosto de 2021

Por Da Redação - Atualizado em 1 abr 2020, 17h06 - Publicado em 30 mar 2020, 09h40

O comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 confirmou na manhã desta segunda-feira, 30, que realizará a próxima edição do maior evento esportivo do mundo doze meses mais tarde da data original. A Olimpíada será entre os dias 23 de julho e 8 de agosto de 2021. A decisão foi comunicada em conjunto com o Comitê Olímpico Internacional, em meio à pandemia de coronavírus, que vem crescendo no Japão após o anúncio do adiamento há seis dias.

ASSINE VEJA

Coronavírus: a salvação pela ciência
Coronavírus: a salvação pela ciência Enquanto os melhores laboratórios do mundo entram em uma luta bilionária contra a doença, países trazem experiências bem-sucedidas para que a vida e a economia voltem à normalidade
Clique e Assine

“Com este anúncio, estou confiante de que, trabalhando juntos, podemos vencer este desafio sem precedentes. Atualmente, a humanidade encontra-se num túnel escuro. Estes Jogos Olímpicos podem ser a luz no fim túnel”, escreveu o presidente do COI, Thomas Bach, aos membros da entidade.

Os Jogos Olímpicos da era moderna foram adiados pela primeira vez na história no último dia 24, devido à pandemia de Covid-19 que paralisou campeonatos esportivos no mundo todo. Apedar do adiamento para 2021, o evento manterá, por questões comerciais, o seu nome original: Tóquio-2020.

Além disso, no fim de semana, os organizadores confirmaram que os mais de 6 000 atletas já classificados para a Olimpíada (entre eles 178 brasileiros) manterão suas vagas para a disputa do ano que vem – são esperados cerca de 11 000 esportistas nesta edição dos Jogos.

Continua após a publicidade

“Nas atuais circunstâncias, e com base nas informações fornecidas hoje pela Organização Mundial da Saúde, o Presidente do COI e o Primeiro Ministro do Japão concluíram que os Jogos da XXXII Olimpíada de Tóquio devem ser remarcados para uma data posterior a 2020, mas o mais tardar no verão de 2021, para proteger a saúde dos atletas, todos os envolvidos nos Jogos Olímpicos e na comunidade internacional”, informou o COI em comunicado, na ocasião.

Grandes federações já haviam se posicionado a favor do adiamento. O comitê canadense chegou a anunciar que boicotaria o evento caso ele ocorresse na data prevista. O Comitê Olímpico do Brasil (COB) também se opôs à realização dos Jogos em agosto, citando a “dificuldade dos atletas de manterem seu melhor nível competitivo pela necessidade de paralisação dos treinos e competições em escala global.”

A possibilidade de cancelamento dos Jogos não foi discutida em nenhum momento, segundo o COI. Está será a quarta vez que uma Olimpíada não ocorre na data prevista. As outras três, Berlim-1916, Tóquio-1940 e Londres-1944, não foram realizadas devido às Guerras Mundiais. 

Publicidade