Clique e assine a partir de 9,90/mês

Tóquio-2020: pré-lista do time americano de basquete têm Curry e LeBron

Os 44 melhores jogadores da NBA nascidos nos Estados Unidos concorrem a 12 vagas na seleção que vai ao Japão para os Jogos Olímpicos

Por Danilo Monteiro - 10 fev 2020, 15h31

Os dirigentes da seleção americana de basquete divulgaram nesta segunda-feira 10 uma pré-lista de convocados para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Dos 44 selecionados, apenas 12 poderão integrar o elenco que representará o país no Japão e defenderá uma sequência de três medalhas de ouro.

Nomes como Stephen Curry, LeBron James e Kawhi Leonard estão presentes na lista, mas, como nas últimas edições, a participação dos maiores astros da NBA é um incógnita. O calendário pesado de 82 jogos na temporada regular, além dos playoffs, é levado em consideração por alguns atletas que optam pelo descanso durante a Olimpíada, caso de James e Curry, que não foram à Rio-2016 depois de disputarem acirradamente o título da liga por Cleveland Cavaliers e Golden State Warriors, respectivamente.

Curry, porém, afirmou em setembro, à jornalista americana Rachel Nichols, que pretende participar dos Jogos de Tóquio. “Definitivamente, quero ir. Nunca estive em um time olímpico. Venci dois títulos mundiais, mas a Olimpíada é uma experiência que quero viver”, ressaltou. O armador dos Warriors, duas vezes eleito MVP (jogador mais valioso da NBA), deverá ter lugar garantido, caso esteja saudável. Ele se recupera de fratura na mão desde outubro e chegará descansado em Tóquio, pois sua equipe praticamente não tem chances de ir aos playoffs.

A priorização do desempenho na NBA não é novidade para a seleção americana, que foi ao Mundial de Basquete da China, no ano passado, com um time de jovens jogadores, com apenas dois all stars, que foi eliminado pela França nas quartas de final e terminou a competição apenas na 7ª colocação. O resultado decepcionante foi dolorido para Jerry Colangelo, presidente da organização do basquete americano, que fez uma ameaça indireta a quem desistiu de representar a equipe na Copa do Mundo.

“Você não pode esquecer com quem você pensou estar indo para a guerra e não apareceu. Fizemos tudo o que poderíamos para conseguir o comprometimento dos jogadores. Ninguém poderia antecipar as desistências que tivemos”, esbravejou em coletiva após a eliminação.

Confira a lista de pré-convocados da seleção americana:

Bam Adebayo (Miami Heat)
LaMarcus Aldridge (San Antonio Spurs)
Harrison Barnes (Sacramento Kings)
Bradley Beal (Washington Wizards)
Devin Booker (Phoenix Suns)
Malcolm Brogdon (Indiana Pacers)
Jaylen Brown (Boston Celtics)
Jimmy Butler (Miami Heat)
Mike Conley (Utah Jazz)
Stephen Curry (Golden State Warriors)
Anthony Davis (Los Angeles Lakers)
DeMar DeRozan (San Antonio Spurs)
Andre Drummond (Cleveland Cavaliers)
Kevin Durant (Brooklyn Nets)
Paul George (L.A. Clippers)
Draymond Green (Golden State Warriors)
James Harden (Houston Rockets)
Montrezl Harrell (L.A. Clippers)
Joe Harris (Brooklyn Nets)
Tobias Harris (Philadelphia 76ers)
Gordon Hayward (Boston Celtics)
Dwight Howard (Los Angeles Lakers)
Brandon Ingram (New Orleans Pelicans)
Kyrie Irving (Brooklyn Nets)
LeBron James (Los Angeles Lakers)
Kyle Kuzma (Los Angeles Lakers)
Kawhi Leonard (L.A. Clippers)
Damian Lillard (Portland Trail Blazers)
Brook Lopez (Milwaukee Bucks)
Kevin Love (Cleveland Cavaliers)
Kyle Lowry (Toronto Raptors)
JaVale McGee (Los Angeles Lakers)
Khris Middleton (Milwaukee Bucks)
Donovan Mitchell (Utah Jazz)
Victor Oladipo (Indiana Pacers)
Chris Paul (Oklahoma City Thunder)
Mason Plumlee (Denver Nuggets)
Marcus Smart (Boston Celtics)
Jayson Tatum (Boston Celtics)
Klay Thompson (Golden State Warriors)
Myles Turner (Indiana Pacers)
Kemba Walker (Boston Celtics)
Russell Westbrook (Houston Rockets)
Derrick White (San Antonio Spurs)

Continua após a publicidade
Publicidade