Clique e assine com 88% de desconto

Tite revela temor de perder mais jogadores no Corinthians

Após a conquista do título brasileiro, o time já perdeu o zagueiro Gil, os meias Jadson e Renato Augusto, o zagueiro Gil e o volante Ralf

Por Da Redação - 24 jan 2016, 12h18

O técnico Tite admitiu que ainda está preocupado com a possibilidade de perder mais algum jogador nos próximos dias. Após o empate do Corinthians por 0 a 0 com o Fort Lauderdale Strikers, o treinador declarou que não terá sossego enquanto as principais janelas de transferência do mundo estiverem abertas.

Após a conquista do título brasileiro, o Corinthians já perdeu o zagueiro Gil, os meias Jadson e Renato Augusto, o zagueiro Gil e o volante Ralf. Além disso, recebeu propostas pelo goleiro Cássio e pelo volante Elias.

“Vou usar uma figura de linguagem do presidente. O sentimento que tenho é o de todos. Ele usa a expressão ‘chacoalhando a roseira’. Enquanto isso não parar, ficamos sem referência. A roseira está chacoalhando”, afirmou o treinador.

Com tantas perdas, Tite acredita que ao menos poderá contar com o recém-contratado meia Guilherme na estreia no Campeonato Paulista, no próximo domingo, diante do XV de Piracicaba. “O acompanhamento que fizemos na Turquia era de que estava bem, fininho, com nível alto de participações em jogos. A expectativa é de que sim”, comentou.

Publicidade

Já a situação de Alan Mineiro é bem diferente. Em três jogos nos Estados Unidos, o atacante só foi utilizado no final do duelo com o Strikers. E, segundo Tite, o problema do reforço corintiano é físico.

“O técnico dá o que o atleta precisa e não o que ele quer. Todos voltaram melhores do que no ano passado. Danilo treinou com um personal. Fagner, Rodriguinho e Malcom treinaram nas férias. Eles cuidaram da alimentação e por isso já mostraram qualidade. Alan Mineiro precisa ser educado. Em termos físicos, veio muito abaixo. Foi esse o motivo (para pouco utilizá-lo)”, disse Tite.

Leia também:

‘Reis’ brasileiros na Ásia garantem que jogar na China vale a pena

Publicidade

Presidente do Corinthians se irrita com debandada: ‘Quem quiser, pode ir embora’

Futebol chinês desmonta Corinthians campeão brasileiro

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade