Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Tite perdoa queda de rendimento do Corinthians contra o Atlético-PR

Por Da Redação 13 nov 2011, 22h53

O Corinthians marcou dois gols em quatro minutos neste domingo, no Pacaembu. Não deixou o Atlético-PR jogar no primeiro tempo. No segundo, no entanto, viu o adversário marcar um gol, acertar a trave duas vezes e ameaçar a vitória por 2 a 1. Uma queda de rendimento normal, para o técnico Tite.

‘Fazer um segundo tempo igual ao nosso primeiro é humanamente impossível. O Corinthians tinha atropelado e queria continuar agredindo, mas também deve saber administrar os momentos difícil. Na reta final do campeonato, aquele que mantiver equilíbrio em um jogo todo não é humano’, ele perdoou.

Os jogadores do Corinthians não ficaram tão conformados como Tite. ‘O Atlético-PR cresceu muito no segundo tempo, depois de a gente fazer um excelente começo de jogo. Eles marcaram um gol e nos complicaram. Nossa etapa complementar foi de esquecer’, lamentou o meia Danilo. ‘Houve sufoco, mas o mais importante foi a vitória’, priorizou o zagueiro Leandro Castán.Pelo Atlético-PR, o ex-corintiano Marcinho estava mais irritado com a inconstância na partida. Afinal, sua equipe se aproxima do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. ‘A gente entrou com outro espírito no segundo tempo. Pressionamos muito o Corinthians. Não sei por que não conseguimos fazer isso antes’, disse.

Publicidade