Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tite fala em merecimento e evita comentar sobre nova ‘entregada’

Tite chegou ao Corinthians em outubro de 2010, e com uma campanha invicta (cinco vitórias e três empates) quase deu ao time o seu quinto título brasileiro. Mesmo assim, ficou no clube um ar de que tudo poderia ter sido diferente, não fosse pelos polêmicos jogos entre o campeão Fluminense e os rivais alvinegros São Paulo e Palmeiras.

Dois dos grandes adversários históricos do time de Parque São Jorge teriam facilitado as ações dos cariocas nas derrotas por 4 a 1 e 2 a 1, na antepenúltima e penúltima rodadas da competição, respectivamente. Neste ano, o Vasco, grande competidor na disputa pelo título, ainda tem pela frente as duas equipes e, para completar, o Santos.

Sem querer comentar o assunto, o técnico corintiano disse que, aconteça o que acontecer, ele estará com a cabeça tranquila.

‘Vou dormir tranquilo olhando para o meu trabalho sempre, estando preocupado e focado apenas nisso. Levo meus afazeres pra frente, cada pessoa tem a sua consciência e toca os seus. Não vou mais falar sobre isso’, comentou, de forma serena e sem titubear no olhar para os jornalistas.

Sobre o duelo deste domingo, entre o Tricolor paulista e o Cruz-maltino, em São Januário, o comandante também se mostrou pouco empolgado em secar os adversários. Reconheceu, no entanto, que um empate ficaria de bom tamanho.

‘Eu acredito sempre em merecimento. Quando assisto a jogos importantes, que não me envolvam, como decisão de título, gosto de ficar observando e dizer que tal equipe merece o resultado. Eu quero que o Corinthians faça assim contra o Avaí e estou focado nisso. Mas, nesse jogo de São Paulo e Vasco, um resultado que nos traz benefício é o empate, isso é inquestionável’, encerrou.