Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Tite explica escalação à torcida e sugere mudança na tabela

Por Da Redação 5 mar 2012, 00h55

O técnico Tite ouviu quase dez perguntas sobre os seus motivos para preservar jogadores considerados titulares do Corinthians na derrota por 1 a 0 para o Santos, domingo, na Vila Belmiro. Preferiu se dirigir diretamente aos torcedores ao explicar a decisão de priorizar a partida contra o paraguaio Nacional, quarta-feira, pela Copa Libertadores da América. E até sugeriu uma mudança na tabela do Campeonato Paulista.

‘Quero dizer ao torcedor corintiano que a gente diminuiu a possibilidade de ganhar do Santos para aumentar a possibilidade de ganhar do Nacional. Se eu colocasse Chicão, Alessandro, Paulinho, Liedson, Danilo e outros, perderia uma força maior na quarta-feira. A torcida deve enxergar dessa forma. Botei as fichas no outro jogo e assumi a responsabilidade de vir à Vila e tomar três gols’, justificou Tite.

Tite já havia poupado atletas na última vitória sobre o São Paulo, também preocupado com a Libertadores. Para que o problema não se repita em futuros clássicos, ele apresentou uma proposta à Federação Paulista de Futebol (FPF). ‘A tabela do Campeonato Paulista é sorteada, mas as equipes que forem à Libertadores deveriam ter seus clássicos remanejados depois. Estou dando uma solução, e não apenas criticando. Valeria para todo mundo. É só ter um pouquinho de bom-senso’, disse.

Mesmo com um compromisso pela Libertadores também na quarta-feira, contra o Internacional, o técnico Muricy Ramalho adotou uma postura diferente e colocou força máxima diante do Corinthians. ‘Mas eu já aponto uma coisa lógica para a atitude do Santos: eles não jogaram com os titulares no início do ano. É diferente da gente. O que é bom para um time pode não ser para o outro. Cada caso é um caso’, afirmou Tite.Para embasar ainda mais a sua tese, o técnico do Corinthians lembrou que o lateral direito Weldinho e o zagueiro Wallace se machucaram durante o clássico com o Santos. ‘Poderia acontecer com qualquer um’, lamentou, antes de fazer justiça ao rival. ‘Nada disso tira o mérito da vitória do Santos.’

Continua após a publicidade
Publicidade