Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tite exclui Adriano de amistoso com a Portuguesa e exige força de vontade

Adriano tinha boas chances de ser titular no amistoso entre Corinthians e Portuguesa, às 21 horas (de Brasília) desta quarta-feira, no Pacaembu – seu concorrente Liedson será poupado, para evitar desgaste físico. Era justamente sobre a escalação do problemático centroavante que o técnico Tite conversava com o fisioterapeuta Bruno Mazziotti e o preparador físico Fabio Mahseredjian em sua sala no CT Joaquim Grava, na tarde desta terça-feira, quando o gerente de futebol Edu Gaspar apareceu para dar a má notícia do dia.

Informado que Adriano faltaria ao treinamento desta tarde chuvosa (havia viajado ao Rio de Janeiro para comemorar o aniversário de sua mãe, Rosilda, no dia anterior), Tite desistiu de utilizá-lo contra a Portuguesa. ‘Eu já tinha definido a participação dele’, recordou o comandante, confessando ter se contido para não reagir com um palavrão ao ouvir o que Edu Gaspar tinha a dizer.

A imagem de Adriano ficou ainda mais desgastada aos olhos de Tite. Embora tenha evitado se alongar sobre o atacante que havia elogiado na semana passada (prometeu responder sobre o assunto apenas duas vezes, porém não recuou diante de mais de oito perguntas) e procurado não polemizar ainda mais, o treinador estava claramente incomodado. Repetiu a oração ‘o Adriano tem que querer’ pelo menos em três ocasiões durante sua entrevista coletiva.

Tite e os dirigentes do Corinthians pretendem cobrar uma mudança de postura de Adriano em reunião agendada para esta semana. ‘Ele está mais distante dos demais fisicamente. Vai precisar de uma força de vontade maior. O Corinthians quer. O Tite quer. Precisamos que o Adriano queira também. Pelo tempo de inatividade, pelo problema no tornozelo, ele necessita se doar mais para chegar ao seu limite pessoal’, advertiu.

Adriano está ‘apenas’ 5 kg acima do seu peso ideal (seria de 98 kg), segundo Joaquim Grava, médico do Corinthians. O centroavante nunca ficou em forma desde que chegou ao Parque São Jorge. Seu contrato, com validade até 30 de junho, não será renovado caso o jogador não mostre que tem valor no Campeonato Paulista e na Copa Libertadores da América.