Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tite esboça time titular em 1º treino

Atividade em Quito deu pistas sobre time que deve encarar o Equador na quinta-feira

Tite comandou seu primeiro treinamento como técnico da seleção brasileira nesta segunda-feira, no Estádio Casablanca, em Quito Com pressa para dar uma identidade para a equipe, sexta colocada nas Eliminatórias para a Copa do Mundo, o treinador já esboçou uma formação titular para a partida de quinta-feira, contra o Equador.

A primeira escalação de um time de linha feita por Tite foi revelada em um treinamento defensivo de bolas paradas: Daniel Alves; Geromel, Gil e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Willian, Renato Augusto e Neymar; Gabriel Barbosa.

Leia também:
Seleção em Quito: estreia de Tite terá altitude e adversário em crise

Daniel Alves não se empolga com faixa de capitão
Pogba, Nego do Borel, bandidão: os bastidores do ouro olímpico

Ainda é cedo, contudo, para assegurar que esse será mesmo o Brasil diante do Equador. Jogadores como o atacante Gabriel Jesus, o meia Lucas Lima e o volante Rafael Carioca realizaram apenas trabalhos físicos, por exemplo, neste início de semana. Os zagueiros Miranda e Marquinhos ainda não haviam se apresentado no momento deste treinamento – chegaram com a atividade em andamento – um deles deve tirar a vaga de Geromel.

Também existe uma dúvida em relação ao goleiro que enfrentará os equatorianos. Alisson, Marcelo Grohe e Weverton disputam a posição de titular e revezaram-se na primeira atividade do Brasil em Quito.

Depois dos treinos de bola parada, Tite organizou um trabalho em campo reduzido para aprimorar toques rápidos. O treinamento pretende adaptar os jogadores à velocidade da bola, na altitude de Quito (2.850 metros acima do nível do mar) e também aclimatar os atletas para reduzir sintomas como falta de ar, dor de cabeça e enjoo.

O jogo acontece na quinta-feira, às 18h (de Brasília), no estádio Olímpico de Atahualpa. Depois, a seleção retornará ao Brasil para jogar contra a Colômbia, em 6 de setembro, na Arena da Amazônia, em Manaus, às 22h.

(com Gazeta Press e Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. José Carlos Lopes de Oliveira

    O brasileiro gosta de ser enganado. Esse treinador nunca ganhou nada sem a ajuda da arbitragem e por causa da covarde omissão da imprensa esportiva, foi galgado ao posto de treinador da seleção brasileira.
    Decepção novamente, a caminho.

    Curtir