Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tite diz que Paulinho sofreu pressão e revela haver outras propostas

Com a situação de Paulinho definida, Tite revelou que o volante vinha sofrendo pressão para aceitar propostas e deixar o Corinthians. ‘Louco para falar’, mas dizendo não poder, o treinador insinuou que havia pessoas mais interessadas no negócio do que ele próprio.

‘Existe uma série de interesses, ‘n’ objetivos. O Paulo, assim como o grupo todo, é inteligente em termos táticos e como pessoa. Tem caráter, é íntegro. Ele estava muito pressionado. Disse a ele que ele e a família são do bem, e que ele ia enxergar quem não é do bem’, desabafou.

Tite valorizou o trabalho da diretoria de futebol, que tem se esforçado para garantir a manutenção do grupo – vai ampliar o contrato da dupla de volantes Paulinho e Ralf, com reajuste salarial – e repetiu a mensagem de que os jogadores devem se aproximar dos familiares ao se depararem com situações em que possa haver interesse obscuro.

Diante da iminente perda do meia Alex, que negocia com o Al Gharafa (Catar), o comandante corintiano revelou ainda que existem ofertas não conhecidas publicamente.

‘Há outras que vocês não sabem. Pega-se o exemplo do Alex, mas é de todo o plantel. Não vou passar para vocês, mas tem jogador que não está nem no banco de reservas e tem proposta. É a valorização de todos (pelo título da Libertadores). Esperamos que isso seja resolvido para ficar voltado apenas no trabalho’, comentou.

O lateral direito Welder, substituto de Alessandro neste sábado, seria um deles, segundo Tite. ‘Tem clube louco por ele’, deixou escapar o técnico do Corinthians, que até o momento perdeu um só titular: o zagueiro Leandro Castán, vendido para a Roma, da Itália.