Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tirone despista sobre reforços: ‘Ainda não há nenhum fechado’

A campanha ruim do Palmeiras no Campeonato Brasileiro aumenta a pressão da diretoria por contratações para a temporada 2012. Ainda assim, o presidente Arnaldo Tirone evita um discurso inflamado sobre a chegada dos reforços tão aguardados pela torcida.

Nesta segunda-feira, Tirone esteve no prêmio Craque do Brasileirão-2011 e evitou a promessa por nomes. A ordem era utilizar um discurso evasivo quando era questionado sobre atletas que aparecem como especulações.

Ao ser perguntado sobre o atacante William, do Avaí, e os laterais Juninho (Figueirense) e Kleber, do Internacional, Tirone rejeitou desmentir o interesse, porém também não foi enfático. ‘Todos são bons jogadores e poderiam jogar no Palmeiras. Agora, se serão contratados, vamos saber depois’, disse o dirigente. ‘Ainda não há nenhum jogador fechado, estamos estudando’, emendou.

No meio-campo, uma opção de peso seria a contratação de Giuliano, ex-Internacional e atualmente no Dnipro Dnipropetrovsk, da Ucrânia. Porém, Tirone não parece confiante em viabilizar a questão financeira do negócio. ‘O Giuliano foi bem vendido, não sei se voltaria’, disse.

Pelo menos em relação a dois nomes, o presidente do Palmeiras trouxe uma posição mais concreta: André Lima, do Grêmio, e Obina, do Shandong Luneng, da China, estão longe do Palestra Itália.’No caso do André, o interesse não foi nosso. O jogador foi oferecido. Nós não fomos atrás. Se ele disse não, é problema dele. Cada um joga onde quer. Já o Obina é um atleta que já defendeu o Palmeiras, mas não foi discutido’, comentou Arnaldo Tirone.

Na questão de reforços, o técnico Luiz Felipe Scolari acredita na chegada de três ou quatro novidades para 2012, mesmo com os problemas apresentados pelo Palmeiras no ano. ‘Não precisamos de mudanças tão drásticas. Precisamos apenas de alguns jogadores para ter a chance de modificar a equipe no andamento das partidas’, justificou.