Clique e assine com até 92% de desconto

Tirone avisa: não aceita contrato sem multa assinado por Felipão

Por Da Redação 11 set 2011, 19h09

Vítima de vários problemas desde que assumiu o Palmeiras no ano passado, o técnico Luiz Felipe Scolari tomou uma decisão polêmica: entregou à diretoria um novo contrato com sua assinatura. No documento, o treinador abria mão de multa em caso de rescisão. Mas o Verdão não discute a mudança nas bases com o treinador.

Neste domingo, o presidente Arnaldo Tirone destacou que não irá anexar o documento no vínculo de Felipão. O dirigente mantém a confiança no trabalho do treinador.

‘Eu não aceitei esse documento, vai continuar o contrato original. A gente sempre se entendeu bem, vamos continuar nos entendendo até o fim’, afirmou o mandatário alviverde, ainda no intervalo do jogo contra o Internacional.

Felipão chegou ao Palmeiras no meio do ano passado como esperança de levar o clube de volta à rotina de conquistas. Porém, ele ainda não conseguiu brilhar como havia feito na passagem anterior entre 1997 e 2000 – quando ganhou a Copa Libertadores da América-99.

Agora, Felipão assinou contrato com o Palmeiras até dezembro de 2012. Ele diz que a prioridade é cumprir o acordo com o Verdão mesmo recebendo algumas propostas do exterior.

Continua após a publicidade
Publicidade