Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Thiago Neves responde críticas da diretoria do Cruzeiro e apaga Instagram

Cortado do jogo contra o Vasco por lesão, o meia foi visto em uma festa na véspera da partida e acabou afastado pelo dirigente Zezé Perrella

Thiago Neves fez um desabafo nas redes sociais após o anúncio de seu afastamento do Cruzeiro. O meio-campista de 34 anos, que não atua mais com camisa do clube mineiro, utilizou seu perfil no Instagram para reclamar do tratamento que recebeu nos dirigentes nos últimos dias. Horas depois, o jogador apagou a própria conta.

O atleta, que atuou em 41 partidas do Cruzeiro em 2019 e marcou somente nove gols, utilizou os Stories do Instagram para dizer que se sentia “constantemente exposto” pela diretoria. Afirmou que defendeu o time sempre com afinco e contribuiu muito nos últimos anos, principalmente com as conquistas de dois Campeonatos Mineiros e duas Copas do Brasil.

No final do depoimento, Thiago Neves disse que iria se reservar ao direito de não se manifestar sobre qualquer novo comentário feito pela diretoria, para não se expor ainda mais.

Thiago Neves desabafa sobre a diretoria do Cruzeiro pela sua conta no Instagram

Thiago Neves desabafa sobre a diretoria do Cruzeiro pela sua conta no Instagram (Reprodução/Instagram)

Em tratamento de um edema muscular na coxa esquerda, Thiago Neves não havia sido relacionado para a partida contra o Vasco na segunda-feira, 2, em São Januário, e sequer viajou com a delegação para o Rio de Janeiro. Na véspera da partida, foi flagrado em uma festa no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, e o fato irritou a diretoria.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais do clube, Zezé Perrella, o gestor de futebol e presidente do Conselho Deliberativo do clube, detonou a postura do atleta e comunicou que ele não fazia mais parte dos planos da diretoria.

O conflito entre Thiago Neves e Zezé Perrella começou antes do duelo contra o CSA, no último dia 28. O jogador enviou um áudio ao gestor de futebol pedindo que ele depositasse os salários atrasados para o elenco e colocou como impossível a chance de perder o jogo para os alagoanos. A partida, no Mineirão, foi vencida pelos visitantes por 1 a 0 e Thiago Neves ainda perdeu um pênalti. Perrella não depositou os salários atrasados e, diante do vazamento do áudio, disse que foi culpa do jogador, porque ele não tinha enviado para ninguém.

Na rodada seguinte, após a derrota do Cruzeiro por 1 a 0 para o Vasco, que manteve os mineiros na zona de rebaixamento a duas rodadas para o final do Campeonato Brasileiro, Perrella voltou a criticar Thiago Neves. O dirigente falou com os repórteres ainda no estádio São Januário e não poupou o atleta por ter ido à festa no Mineirão.

“Não tenho nada pessoal contra o Thiago, mas ele desrespeitou a diretoria e o momento do Cruzeiro. O Léo viajou com a clavícula quebrada para ajudar o grupo. O Thiago tinha que estar aqui, mesmo machucado, em vez de ir pro Mineirão beber. O grupo está muito chateado com ele”, afirmou o dirigente. “Ele está achando que o Cruzeiro é o quê? Ele não conhece a história do Cruzeiro. Respeito o que ele fez pelo Cruzeiro, mas o Thiago para mim já é passado”, completou.