Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tentativa Olímpica no Maria Lenk define natação nacional em Londres

A cerca de dois meses dos Jogos Olímpicos, a equipe brasileira de natação será definida na Tentativa Olímpica, marcada para os dias 9 a 12 de maio, no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro. O evento será a última chamada para aqueles que buscam integrar a Seleção em Londres.

A competição acontecerá em oito fases, com as etapas da manhã começando às 10 horas e as da tarde, a partir das 17 horas. Nos quatro dias da tomada de tempo, o programa da manhã será o mesmo da tarde, ou seja, os atletas terão duas oportunidades em cada prova.

A Tentativa Olímpica estará aberta apenas para as provas individuais que não tiverem seus dois atletas definidos. A única exceção será a prova de 100m livre masculino, pois dela depende a composição do revezamento 4x100m livre. Cesar Cielo e Nicolas Oliveira, os atletas que nadarão a prova individual em Londres, estão confirmados no quarteto.No caso das disputas em que já existe um nadador com índice, estará em jogo apenas o lugar restante. Thiago Pereira fez índice nos 100m costas e ainda baixou a marca para os 53s86, mas decidiu abrir mão dela e também dos 200m costas. As duas distâncias, portanto, entraram no calendário da Tentativa.

No entanto, participar do revezamento medley não está descartado para Thiago. Caso nenhum outro nadador diminua seu tempo na Tentativa, ele terá a prioridade para nadar o estilo costas em Londres, abrindo o 4x100m medley brasileiro, caso este se classifique.

Com a Tentativa Olímpica, o Brasil completa um ciclo que começou em abril de 2011 com a Tentativa para o Mundial de Xangai. Neste período aconteceram 10 oportunidades para que os atletas fizessem os índices mais fortes que os estipulados pela FINA (Federação Internacional de Natação). Até o momento, são 16 nadadores nos Jogos de Londres em provas individuais (12 homens e quatro mulheres).