Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tenista ameaça desistir do US Open se não puder levar filho

Recém-separada, a bielorrussa Victoria Azarenka ainda não sabe se poderá viajar com Leo, nascido em dezembro de 2016, por motivos legais

Ex-número 1 do mundo, a tenista Victoria Azarenka revelou nesta quinta-feira que está em dúvida sobre a sua participação no US Open, que começará em 28 de agosto, porque não sabe se poderá levar seu filho para Nova York após se separar do pai da criança.

Em uma carta publicada em suas redes sociais, Azarenka afirmou estar “confrontada com uma situação difícil que pode não permitir que volte ao trabalho imediatamente” e que “nenhum pai deve ter de decidir entre o filho e a carreira”. A atleta de 28 anos, que deu à luz Leo em dezembro de 2016, retornou ao circuito em junho. Ela disse que pouco depois de Wimbledon, em que perdeu para Simona Halep nas oitavas, se separou do pai de seu filho.

“A única maneira para que eu possa jogar no US Open este ano é se eu deixar Leo na Califórnia, o que não estou disposta a fazer. Espero que nos próximos dias o pai de Leo e eu possamos acertar um acordo de viagem para nós três, para que eu possa competir. O mais importante é garantir que Leo tenha uma presença consistente dos pais”, escreveu.

Azarenka foi vice-campeã do US Open em 2012 e 2013, sendo batida nas duas finais pela americana Serena Williams. Nos mesmos anos, ela foi bicampeã do Aberto da Austrália. Em 2017, Wimbledon foi o seu primeiro Grand Slam em mais de um ano, e atualmente, a bielorrussa ocupa a 204ª colocação no ranking mundial.

“Equilibrar a assistência à infância e uma carreira não é fácil para qualquer pai, mas é um desafio que estou disposta a enfrentar e abraçar”, escreveu a tenista.

View this post on Instagram

A Personal Note

A post shared by Victoria Azarenka (@vichka35) on