Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tenho o objetivo de sair do São Paulo, confessa Dagoberto

Desde o início do ano, Dagoberto deixa clara sua insatisfação com a política adotada pelo São Paulo em relação à renovação de seu vínculo, que se encerra em 18 de abril. A partir de outubro, o atacante estará livre para assinar um pré-contrato com qualquer equipe sem o clube receber nada. E ele já coloca trocar de time como meta.

‘Tenho o objetivo de sair. Sempre fui bem sincero. O caminho está para isso’, afirmou Dagoberto à revista Placar, insistindo nas críticas aos dirigentes. ‘Cumpri meu contrato da melhor maneira possível, mas não fui valorizado. Tentei sentar várias vezes com a diretoria para conversar e não aconteceu.’

O jogador cobra um aumento e sempre reclamou de dirigentes que, segundo eles, não o queriam no clube. Seu empresário, Marcos Malaquias, diz que a possibilidade de ele continuar no Tricolor aumentou com a saída de Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, do departamento de futebol e a entrada de Adalberto Baptista em maio.

Há cerca de um mês, o agente saiu satisfeito de uma reunião com Adalberto, responsável por tratar da negociação com Dagoberto, mas o atacante, artilheiro do time na temporada com 20 gols, ao ver as condições oferecidas, achou melhor esperar por um grande clube europeu e espera um espaço na agenda para acertar os últimos detalhes de seu passaporte italiano.

Nesta quarta-feira, surgiram rumores que viraram ?confirmação’ de Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, de que Dagoberto já estaria acertado com o Santos. Malaquias nega e a diretoria são-paulina afirma desconhecer o fato, ainda à espera de uma contra-proposta do atacante. Algo que dificilmente deve acontecer.

‘Acho bacana porque fiz um contrato de cinco anos e estou cumprindo da melhor maneira possível e cada um segue a sua vida. Se houver um acordo também, tudo bem. Mas o melhor é você honrar um compromisso que tem com o clube como eu’, elogiou-se Dagoberto, prometendo acertar seu futuro em breve. ‘Está acabando o meu contrato. Daqui a uns dias, vamos ver o que é melhor para todos.’

Apesar da iminente saída do jogador, Adilson Batista ainda não fala em retirá-lo do time, mas promete um papo com o jogador sobre a situação nos próximos dias. ‘É importante ouvir o atleta. Vou conversar com ele, a diretoria e resolveremos internamente’, Adilson