Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Técnico promete repensar estratégia de Marílson na São Silvestre

Por Da Redação 1 jan 2012, 10h15

Campeão da edição 2010 da Corrida Internacional de São Silvestre, Marílson Gomes dos Santos não conseguiu acompanhar o ritmo dos africanos, neste sábado, na disputa pelas ruas da capital paulista. O atleta nascido em Brasília completou a prova apenas na oitava colocação. O técnico do brasileiro, Adauto Domingues, promete uma avaliação do desempenho.

Marílson Gomes do Santos cumpriu a prova em 45min06. O vencedor foi o etíope Tariku Bekele, que abriu vantagem a partir da segunda metade e cruzou a linha de chegada com 43min35.

‘Estávamos esperando um tempo melhor da parte do Marílson, não há dúvidas. Achava que ele poderia fazer cerca de 43min, o que com certeza o colocaria entre os primeiros. Agora vamos conversar. Devemos repensar algumas coisas’, explicou Adauto Domingues.

Em 2011, a São Silvestre apresentou novidades no percurso, sobretudo na parte final. Além da subida, a Avenida Brigadeiro Luis Antônio apresentou um trecho importante de declive. A chegada da corrida foi feita na região do Obelisco do Ibirapuera.

Após a prova, Marílson Gomes do Santos reiterou que seu ritmo de treino não foi o ideal para a disputa da São Silvestre. Ainda por cima, descartou a chuva como um fator preponderante para o resultado.

Ainda assim, Adauto Domingues colocou o clima como uma situação decisiva para Marílson Gomes do Santos ficar longe da disputa do título. ‘Ele não se sentiu bem, acredito que a chuva o atrapalhou’, comentou.

Continua após a publicidade
Publicidade