Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Técnico do maior Arsenal da história, Arsene Wenger assume posição na Fifa

Francês que comandou o time inglês por mais de duas décadas terá uma nova função, visando o desenvolvimento global do esporte

Por Da Redação - Atualizado em 13 nov 2019, 13h18 - Publicado em 13 nov 2019, 12h51

Especulado em grandes equipes da Europa, entre elas o Bayern de Munique, o técnico francês Arsene Wenger finalmente revelou seu novo destino: ele foi contratado pela Federação Internacional de Futebol, a Fifa, como novo chefe do departamento global de desenvolvimento do futebol.

Tabela e classificação do Campeonato Inglês

Wenger, de 70 anos, deixou o Arsenal em maio de 2018 após inacreditáveis 22 anos no comando da equipe inglesa. Em mais de duas décadas a frente do time de Londres, o treinador francês conquistou três títulos do Campeonato Inglês (um deles de forma invicta) e sete Copas da Inglaterra.

Ao lado de craques como Thierry Henry e Patrick Vieira (os primeiros da esq. para a dir.), Wenger foi campeão invicto da Premier League na temporada 2003-2004 Clive Mason/Getty Images

“Estou bastante empolgado para assumir esse desafio extremamente importante”, disse Wenger em entrevista ao site da Fifa. Seu papel na entidade máxima do futebol será o de fomentar os aspectos técnicos do esporte entre todos os praticantes, sejam homens ou mulheres.

Sobre a contratação do francês, Gianni Infantino disse estar muito feliz com a nova contratação. “Arsene é alguém que dedicou sua vida ao futebol, através de sua visão estatégica, competência e trabalho duro. Sua chegada é mais um exemplo de como estamos fortalecendo nosso propósito, que é trazer a Fifa de volta para o futebol e vice-versa”, disse o presidente da Fifa, reeleito em junho para mais um termo à frente da entidade (seu mandato vai até 2023).

Publicidade