Clique e assine a partir de 9,90/mês

Técnico da Juventus explica situação de CR7: ‘Não está no seu melhor’

Maurizio Sarri confirma que Cristiano Ronaldo vem jogando no sacrifício; o craque português atingiu a marca de 1.000 jogos como profissional

Por Da Redação - Atualizado em 11 nov 2019, 10h02 - Publicado em 11 nov 2019, 09h23

Apesar da vitória no clássico contra o Milan, o técnico da Juventus, o italiano Maurizio Sarri, teve que explicar a substituição feita ainda no início do segundo tempo da partida. Assim como já havia feito no meio da semana passada no confronto da Liga dos Campeões, Sarri decidiu sacar o craque da equipe, Cristiano Ronaldo, de forma prematura – embora o substituto de CR7, o argentino Paulo Dybala, tenha marcado o gol que garantiu a vitória sobre o rival de Milão por 1 a 0 neste domingo, em Turim, e que recolocou a Juve na liderança do Campeonato Italiano.

“Tenho de agradecer a Ronaldo, porque ele fez um sacrifício para estar aqui esta noite numa situação difícil. Ele fez tudo o que era possível para jogar, mas vi que ele não estava bem e tinha de sair”, explicou Sarri à TV italiana. “É perfeitamente normal que ele tenha saído irritado, especialmente porque trabalhou duro para aqui estar. No último mês, ele tem tido um problema no joelho, sofrido durante um treino e danificou o ligamento colateral. Quando treina com alta intensidade ou joga, ele acaba compensando e sobrecarregando os músculos da panturrilha e da coxa.”

Mesmo atuando em metade da partida, o craque português de 34 anos atingiu a marca expressiva de 1.000 jogos como atleta profissional, embora não tenha sido tão decisivo nas últimas exibições. “Ele não está no seu melhor nesta altura”, garantiu o treinador da Juventus. Confirmada a lesão, Ronaldo tornou-se uma dúvida importante para o próximo compromisso da seleção portuguesa: na próxima quinta 14, a equipe enfrenta a Lituânia pelas Eliminatórias da Eurocopa 2020 – o país é o atual campeão da competição.

Mesmo sem CR7 no auge da forma, a Juventus vem conseguindo se manter no topo da tabela do Italiano. Com o triunfo no clássico, a equipe de Turim chegou aos 32 pontos e ficou um à frente da Inter de Milão, que havia subido provisoriamente para o topo da tabela no último sábado ao derrotar o Verona por 2 a 1, também atuando em casa. O time italiano também está na ponta do Grupo D da Champions, com 10 pontos em 4 jogos.

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade