Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Takuma Sato lamenta acidente mas fala em ‘corrida emocionante’

Por Da Redação - 27 maio 2012, 22h07

Envolvido em um acidente na última volta das 500 Milhas de Indianápolis, neste domingo, o japonês Takuma Sato bateu na trave e não conseguiu vencer a corrida. O piloto da Rahal Letterman Lanigan conseguiu se manter entre os primeiros colocados durante grande parte da prova e liderou por 31 voltas.

Ao se aproximar do líder Dario Franchitti, da Chip Ganassi, Sato, que vinha se recuperando na prova, foi com ‘sede demais ao pote’ e acabou se complicando na prova, batendo no muro, o que fez com que seu carro rodasse e ele perdesse a chande de vencer no tradicional circuito. Ele terminou a corrida em 17

‘Fui para tentar vencer. Na última relargada, pulei de sétimo para quinto. Depois, quarto, terceiro, segundo. Continuei acelerando e fazendo ultrapassagens’, explicou Takuma Sato. ‘Na última volta, tinha uma boa chance com Dario. Achei que já tinha conseguido, mas ele continuou forçando e não me deu espaço suficiente, então eu fui parar embaixo da linha branca. Mas foi um trabalho fantástico da equipe. Foi uma corrida muito emocionante’, ressaltou o piloto.

Publicidade