Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Taças do bicampeonato mundial do Santos sumiram, diz jornal

As vésperas de partir para o Japão, em busca do seu terceiro título mundial, o Santos vive um mistério. Isto porque, as taças do bicampeonato mundial do Peixe sumiram e as que estão em exposição no Memorial das Conquistas do clube são réplicas. A história havia sido noticiada em 2003 e foi relembrada pelo jornal Diário de S.Paulo na sua edição desta quarta-feira.

A reportagem ouviu fontes ligadas aos santistas para confirmar a história. A informação é de que a falta das taças só foi sentida quando o Alvinegro Praiano preparava a inauguração do Memorial das Conquistas, espaço destinado à exposição dos troféus ganhos pelo Santos durante toda a sua trajetória, em 2003.

Com o sumiço das taças que representavam os títulos mundiais de 1962 e 1963, a diretoria santista resolveu recorrer, na época, a uma ajuda do rival São Paulo.

Mediante um seguro, os alvinegros convenceram o Tricolor a ceder um dos seus troféus para a confecção das réplicas. O Peixe desembolsou R$ 10 mil por cada taça.

‘Pedimos a do São Paulo como referência. Contratei uma empresa especializada em transporte de valores. Foi um grande esquema de segurança. Já imaginou a repercussão se some a taça do São Paulo’, revelou Marcelo Teixeira, presidente santista na época da inauguração do Memorial das Conquistas.

O ex-presidente contou ao jornal ainda que o clube tentou a todo custo encontrar o paradeiro desses troféus, porém, a busca não obteve resultado. Teixeira destacou que não acredita que o troféu tenha sido roubado.

O atual presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, disse que não sabia dessa história e garantiu que irá tentar encontrar as taças que sumiram do clube, apesar de não se saber ao certo a data do desaparecimento desses troféus.