Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Suspenso por ato racista no Inglês, Suárez se desculpa

Por Da Redação 5 jan 2012, 14h42

Por AE

Liverpool – O atacante Luis Suárez, do Liverpool, se desculpou publicamente, nesta quinta-feira, depois de ter sido suspenso por oito jogos por ser considerado culpado pela Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) em caso de racismo que envolveu o francês Patrice Evra, do Manchester United, em jogo realizado no dia 15 de outubro do ano passado.

Suárez não se desculpou diretamente com Evra, mas admitiu que usou a palavra “negro” em discussão com o francês durante o confronto do Campeonato Inglês. “Admiti à comissão (disciplinar da FA) que disse uma palavra em espanhol uma vez, e só uma vez. Contei aos membros do painel que não usarei (essa palavra) de novo em um jogo de futebol na Inglaterra. Eu nunca, nunca usei essa palavra em sentido depreciativo, e se ela ofendeu alguém, então quero me desculpar por isso”, afirmou o jogador.

Por causa da suspensão de oito jogos que recebeu, Suárez não pôde estar em campocontra o Manchester City, pelo Campeonato Inglês, na última terça-feira, quando o seu time acabou derrotado por 3 a 0. No mesmo dia, o Liverpool anunciou que não apelaria contra a pena aplicada ao atleta, depois de inicialmente ter se revoltado contra a decisão da FA.

O Liverpool desistiu de recorrer após a FA divulgar, no último dia do ano passado, um relatório a respeito do caso, segundo o qual Suárez disse a Evra, entre outras coisas, que não falava com negros. A declaração causou grande repercussão negativa para o uruguaio. Suárez se defendeu dizendo que o uso da palavra “negro” é comum no Uruguai, mas a FA classificou a alegação do uruguaio como “insustentável”.

Além de ser suspenso por oito jogos, Suárez recebeu uma multa de 40 mil libras (cerca de R$ 120 mil) ao ser condenado pela FA. Segundo o relatório da entidade, Evra perguntou, no jogo do dia 15 de outubro, por qual motivo sofreu uma falta do atacante, que respondeu em espanhol: “Porque você é negro”. Evra entendeu a expressão e desafiou o uruguaio a repetir aquilo, no que o atacante rebateu: “Eu não falo com negros”.

Para sustentar a punição, a FA disse que contratou especialistas em linguística, que apontaram que a linguagem usada pelo uruguaio poderia ser considerada racialmente ofensiva.

Como o regulamento do Campeonato Inglês prevê que a suspensão aplicada só começa a contar ao fim de todas as apelações, Suárez cumpriu a sua primeira partida de gancho apenas no jogo da última terça-feira, contra o Manchester City.

Continua após a publicidade
Publicidade