Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Surto de norovírus infecta primeiros atletas em PyeongChang

Esquiadores suíços Fabian Boesch e Elias Ambuehlm deixaram a Vila Olímpica

Dois esquiadores suíços contraíram um norovírus e foram afastados da Vila Olímpica, no que representa os primeiros casos de contágio entre os atletas que participam dos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChangSegundo os meios de comunicação suíços, os dois afetados são os esquiadores acrobáticos Fabian Boesch e Elias Ambuehlm.

Os dois atletas “não se encontram bem” e não estão mais em contato com os demais esportistas, confirmou nesta sexta-feira em entrevista coletiva o porta-voz do Comitê Olímpico Internacional, Mark Adams, que assegurou que “se seguiram todos os protocolos de segurança”.

“Como sabem, estas coisas acontecem, principalmente em esportes invernais, mas, como disse, todos os protocolos foram adotados e lhes desejamos que tenham uma rápida recuperação”, declarou Adams. O porta-voz do COI acrescentou que acredita que a recuperação dos atletas será “muito rápida e poderão competir normalmente”.

A organização de PyeongChang 2018 tinha confirmado até agora mais de 200 casos de infecção por norovírus dentro dos Jogos, mas nenhum entre atletas até hoje.

O surto deste vírus altamente contagioso, que se caracteriza por sintomas como gastroenterite e vômitos, já levou a organização a afastar 1.200 membros do pessoal de segurança privada do evento e substituí-los por militares, três dias antes da abertura dos Jogos, para evitar a propagação.

A organização dos Jogos de PyeongChang quer evitar que aconteça o mesmo que no Mundial de Atletismo de Londres do ano passado, quando atletas de alguns países ficaram doentes e perderam as competições quando o norovirus se espalhou por um dos hotéis.