Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Surfista baleado em SC morre após quatro cirurgias

Ricardo dos Santos, de 24 anos, não resistiu aos três tiros que recebeu após discussão em Palhoça. Suspeitos do crime foram detidos

O surfista Ricardo dos Santos, de 24 anos, morreu nesta terça-feira, em Florianópolis, um dia depois de levar três tiros, na Guarda do Embaú, em Palhoça, Santa Catarina. Ricardinho, como era conhecido pelos colegas de surfe, passou por quatro cirurgias no Hospital Regional de São José, a última delas nesta manhã, mas perdeu muito sangue e sofreu uma parada cardíaca no início da tarde.

Ricardo foi baleado após discutir com dois homens que estacionaram em frente à casa de seu avô. De acordo com a Polícia Militar de Santa Catarina, em nota oficial divulgada durante a tarde, o soldado Luiz Paulo Mota Brentano, de 25 anos, e o irmão dele, de 17, são os únicos suspeitos de terem atirado no surfista. Ambos foram detidos. O soldado diz que agiu em legítima defesa, alegando que o surfista veio para cima dele com um facão em punho por uma discussão sobre o lugar em que estava parado com o carro.

Ricardo dos Santos, surfista de 24 anos Ricardo dos Santos, surfista de 24 anos

Ricardo dos Santos, surfista de 24 anos (/)

Natural de Palhoça, região da Grande Florianópolis, Ricardinho estreou como profissional em 2008 e participou de sete etapas do WCT. Ele tinha como principal vitória na carreira uma bateria em Teahupoo, no Taiti, em 2012, quando superou uma das maiores lendas do esporte, o norte-americano Kelly Slater.

Sua última participação na elite do surfe aconteceu o em Pipeline, no Havaí, em 2013, quando terminou na 37ª colocação. Desde então, ele vinha competindo em divisões menores da modalidade. Sua especialidade era surfar ondas pesadas e tubulares.

Ricardinho era amigo de Gabriel Medina, primeiro brasileiro campeão mundial de surfe, que usou as redes sociais para lamentar o ocorrido. “Ricardinho, você não merecia isso! Não mesmo, nunca! Por que isso acontece com gente do bem? Não entendo isso! Moleque gente boa, sempre ajudando o próximo, sorriso de orelha a orelha todos os dias, exemplo de pessoa. Que Deus conforte sua família”, escreveu Medina em sua conta no Instagram ao postar uma uma foto com fundo preto em sinal de luto. A surfista Maya Gabeira também desejou força à família de Ricardinho.

Ricardinho, voce nao merecia isso! Nao mesmo, nunca! Pq isso acontece com gente do bem? Nao entendo isso! Mlk gente boa, sempre ajudando o proximo, sorriso de orelha a orelha todos os dias, exemplo de pessoa

Nublado. Escuro. Foggy. #RIP Ricardinho. Que Deus ampare sua família.

Uma foto publicada por Maya Gabeira (@mgabeira) em Jan 20, 2015 at 8:26 PST