Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Surfe: sem ondas, abertura da etapa do Mundial no Rio é adiada

Por Da Redação 11 Maio 2015, 12h38

Previsto para iniciar nesta segunda-feira, o Rio Pro, etapa carioca do Mundial de Surfe (WCT), teve sua estreia adiada por causa das ondas baixas observadas no Postinho da Barra da Tijuca. A Liga Mundial de Surfe (WSL), organizadora do torneio, vai fazer nova chamada para verificar as condições do mar para a prática de surfe na terça-feira, às 7h (de Brasília).

Surfe: Mineirinho fica com título em etapa australiana do WCT

“Estamos monitorando um grande swell (ondulação) a caminho, temos de ficar atentos às condições do vento, mas as ondas devem entrar com um bom tamanho e vai ser divertido”, disse Kieren Perrow, comissário da WSL. “Hoje não haverá mudanças na condição do mar ao longo do dia. Se na terça o vento não ficar muito forte e o swell subir um pouco, podemos ter boas ondas para começar.”

Os melhores surfistas do mundo estão no Rio de Janeiro para a disputa da quarta etapa do Mundial. Já foram realizadas as etapas australianas em Gold Coast, Bells Beach e Margaret River. O brasileiro Adriano de Souza. o Mineirinho, defende a liderança no Mundial. “Estou tranquilo, já estou no Rio há dez dias treinando, e estou num momento muito bom, na expectativa de conseguir mais um bom resultado.”

Mineirinho bate Slater e garante liderança do Mundial

Além de Adriano, o Brasil será representado pelo atual campeão mundial Gabriel Medina; o vencedor da etapa de Gold Coast e terceiro colocado na classificação geral, Filipe Toledo; além de Alejo Muniz, Alex Ribeiro e David do Carmo. Entre os destaques internacionais, estão Kelly Slater, 11 vezes campeão mundial; o tricampeão Mick Fanning; e a bicampeã mundial e líder do ranking, Carissa Moore. A janela da etapa brasileira vai até o dia 22 de maio.

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade