Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Surfe: Filipinho cai e Medina tem chance de assumir a liderança do Mundial

Para assumir o topo, Medina precisa chegar ao menos à semifinal em Soorts-Hossegor, a antepenúltima etapa da temporada

Gabriel Medina ganhou mais uma bateria nesta quarta-feira e ainda contou com uma “ajuda” do compatriota e concorrente Filipe Toledo, na etapa da França do Circuito Mundial de Surfe. A eliminação precoce de Filipinho abriu a possibilidade de Medina assumir a liderança do campeonato ao fim das disputas nas ondas de Soorts-Hossegor, a antepenúltima etapa da temporada.

Atual campeão da etapa, Medina venceu na fase de abertura e voltou ao mar nesta quarta, quando superou o compatriota Wiggolly Dantas por 11,33 a 8,37, e garantiu, assim, lugar nas oitavas de final. Seus adversários nesta próxima fase ainda não foram definidos.

Veja também

Já o líder Filipe Toledo decepcionou em Hossegor: depois de perder na estreia, até superou o francês Jorgann Couzinet na repescagem por 15,84 a 7,77, as nesta quarta-feira foi derrotado pelo convidado australiano Ryan Callinan, por 16,80 a 16,60, e não conseguiu avançar à terceira fase.

Para ultrapassar Toledo, Medina agora precisa chegar ao menos às semifinais. O campeão mundial de 2014 soma 45.685 pontos, contra 49.785 do atual líder do campeonato. Cada vitória em etapa rende 10.000 pontos para o vencedor.

Além de Medina, Adriano de Souza, o Mineirinho, e William Cardoso avançaram às oitavas. Mineirinho, campeão mundial em 2015, superou o australiano Adrian Buchan por 15,20 a 11,14. William, por sua vez, derrotou outro surfista da Austrália, Connor O’Leary, por 11,13 a 11,07.

Ítalo Ferreira, Yago Dora e Ian Gouveia foram eliminados na terceira fase. O primeiro foi batido pelo australiano Matt Wilkinson por 13,90 a 13,84. Yago Dora caiu diante do norte-americano Conner Coffin por 10,43 a 10,27. E Gouveia foi vencido pelo sul-africano Jordy Smith por 10,50 a 10,30.