Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Sub-20: Brasil perde para a Argentina e se complica

Seleção brasileira leva dois gols no fim e agora precisará vencer suas duas partidas e torcer contra rivais para conquistar o título no Uruguai

Por Da Redação 2 fev 2015, 08h06

A seleção brasileira Sub-20 se complicou no Sul-Americano da categoria, que está sendo realizado no Uruguai. Neste domingo, o time comandado pelo técnico Alexandre Gallo perdeu o clássico para a Argentina por 2 a 0, no estádio Parque Central, em Montevidéu. Os gols da partida, válida pela terceira rodada do hexagonal decisivo, foram marcados nos minutos finais.

Leia também:

Sub-20: Brasil lidera hexagonal final após bater Paraguai

Sub-20: Brasil empata com Uruguai na estreia da 2ª fase

Brasil vence Venezuela e respira no Sul-Americano Sub-20

Continua após a publicidade

O resultado deixa o Brasil em situação difícil na luta pelo título da competição. Com quatro pontos, os brasileiros já estão atrás da Argentina, que tem 7, e da Colômbia, que chegou a cinco ao bater o último colocado Peru por 3 a 1, também neste domingo.

Mas se a disputa pelo título está complicada, o Brasil só depende de si para ficar com vaga no Mundial Sub-20, que será realizado na Nova Zelândia entre os meses de maio e junho deste ano. Como os quatro primeiros colocados se classificarão, vitórias contra Peru, nesta quarta-feira, e Colômbia, no sábado, farão com que a equipe brasileira atinja o objetivo.

Vacilo – Em campo, Brasil e Argentina fizeram uma partida bem movimentada, mas com pouca criatividade. No primeiro tempo, foram poucas chances de gol, mas os argentinos estiveram mais perto de marcar em uma cabeçada de Giovanni Simeone, filho do ex-volante e atual técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone.

Na segunda etapa, o Brasil começou a dar espaço para os argentinos. Em uma das poucas chances que teve, Gabriel, do Santos, chutou fraco, de frente para o goleiro argentino. Pouco depois, veio o castigo: aos 41 minutos, Maxi Rolón recebeu lançamento por trás da zaga, invadiu a área e tocou na saída do goleiro Marcos. Três minutos, nova falha defensiva e gol de cabeça de Contreras, que decretou o triunfo argentino.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade