Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

STJD nega recurso e confirma Vasco na Série B

Além da Portuguesa, o Vasco também saiu do julgamento desta segunda-feira no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com gosto de derrota. O Vasco teve negado o pedido de reconsideração em relação ao recurso pela impugnação da partida contra o Atlético-PR pelo presidente Flávio Zveiter e terá de jogar a Série B do Campeonato Brasileiro em 2014.

Leia também:

Polícia de SC recebe lista com 28 atleticanos brigões Atlético-PR perde doze mandos de campo e o Vasco, oito Polícia do Rio identifica lutador envolvido na pancadaria na Arena Joinville

STJD quer combater selvageria tirando pontos dos clubes

Agora, o time tem apenas mais uma chance remota de escapar do rebaixamento. Para isso, o departamento jurídico do clube precisa entrar com mandado de garantia, o que levaria o caso ao último Pleno do ano, dia 27 de dezembro. O Vasco alega falta de segurança para a realização da partida na Arena Joinville, onde torcedores das duas equipes entraram em conflito nas arquibancadas e causaram paralisação de 73 minutos no jogo, válido pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

O Vasco cita no ofício o fato de a pausa ter excedido o tempo estabelecido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) – o artigo 21 do regulamento da competição diz que o árbitro da partida deve respeitar prazo de 30 minutos e outros 30 de acréscimo em situações desta natureza.

Leia também:

Brasil já tem antídotos contra os vândalos. Só falta usá-los

STJD não aceita recurso e confirma queda do Vasco Chefes da Força Jovem do Vasco comandaram pancadaria em Joinville Selvageria em SC choca até Argentina, campeã em brigas

O clube luta para herdar os pontos da partida contra o Atlético-PR – que venceu a partida por 5 a 1 – e, assim, chegar aos 47 pontos na classificação, ultrapassando Portuguesa e Criciúma e se safando do rebaixamento.

(Com agência Gazeta Press)