Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

STF determina que contratos de Del Nero na FPF sejam apresentados à CPI

Federação Paulista de Futebol deverá apresentar documentos assinados pelo atual presidente da CBF

O Superior Tribunal Federal (STF) determinou nesta segunda-feira que a Federação Paulista de Futebol (FPF) apresente uma série de documentos assinados entre 2005 e 2015, em mais uma ação que pode atingir o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, que presidiu a entidade estadual entre 2003 e 2014. A FPF já havia apresentado recurso para impedir a divulgação dos contratos, mas teve o pedido negado pelo STF.

Leia também:

Descontente, Fifa dará ultimato ao ausente Del Nero

Na mira do FBI, Del Nero se recusa a explicar ausência em viagens

Del Nero entra na mira de investigação e pode ter prisão pedida pelos EUA

A comissão que discutiu a pauta no STF, relativa à CPI do futebol, aprovou dois requerimentos que serão apresentados à Federação Paulista. O primeiro é a apresentação, na íntegra, das cópias dos contratos com a General Motors e os valores recebidos como fruto dessa parceria. A outra determinação estabelece que os demais acordos com empresas privadas, assinados entre 2005 e 2015, também devem ser analisados em sessão da CPI do Futebol. Em agosto, Del Nero teve a quebra de sigilo bancário aprovada pelo Senado de forma unânime.

A dois dias da estreia da seleção brasileira nas Eliminatórias para a Copa da Rússia, a presença do presidente da CBF no Chile ainda permanece uma incógnita. O dirigente não tem viajado a compromissos oficiais no exterior sob a alegação de que precisa ficar no país para prestar possíveis esclarecimentos à CPI.

(com Gazeta Press)