Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

STF dá 10 dias de prazo para órgãos enviarem contratos do Esporte

Sendo investigado oficialmente desde sexta-feira, o ministro dos Esportes, Orlando Silva Junior, terá todos os seus convênios investigados pelo Supremo Tribunal Federal. A ministra Cármen Lúcia deu um prazo de 10 dias para que o Tribunal de Contas da União e a Controladoria-Geral da União enviem os contratos.

O ministro é alvo de uma acusação da revista Veja. Ele teria participado de um esquema de desvio de dinheiro público do programa Segundo Tempo, que cede verba a ONGs que incentivam a prática de esportes por jovens.

Orlando Silva defendeu-se das acusações e desqualificou o policial militar João Dias Ferreira, chamando o autor das denúncias de ‘bandido’. O político já se reuniu com a presidente Dilma Rousseff e, por enquanto, não corre risco de perder o cargo.

As informações serão analisadas pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel. A ministra também pediu ao Superior Tribunal de Justiça o inquérito contra o ex-ministro dos Esportes e atual governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz. Desta vez, o prazo é de 48 horas.