Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Stern informa que NBA conhecia intenções e ameaças de Kessler

Por Da Redação 15 nov 2011, 01h46

Nova York, 14 nov (EFE).- O comissário da NBA, David Stern, divulgou um comunicado oficial no qual informa a estratégia de ameaças que o advogado do sindicato de jogadores, Jeffrey Kessler, utilizou desde o início do processo de negociação com os donos dos times para um novo convênio coletivo.

Após conhecer o ‘não’ dado pelo comitê executivo do sindicato à última proposta oferecida pela NBA, Stern, em uma declaração à rede de televisão ‘ESPN’, apontou Kessler como o responsável por uma estratégia ‘obstrucionista’ que impediu um acordo.

No comunicado, o comissário da NBA não só reafirma a denúncia, mas também oferece dados concretos sobre o comportamento de Kessler.

‘Em uma sessão de negociação em fevereiro, Jeffrey Kessler disse que os jogadores abandonariam o processo de negociação coletiva e iniciariam um processo antimonopólio contra nossas equipes se eles não obtivessem uma resolução de negociação que fosse aceitável para eles’, ressaltou Stern no comunicado.

O comissário da NBA explicou que, diante dessa realidade, seu departamento jurídico começou a trabalhar na defesa dos interesses da liga com as ações apropriadas.

‘A NBA apresentou uma acusação por práticas trabalhistas injustas perante a Junta Nacional de Relações Trabalhistas, afirmando que, em virtude de suas constantes ameaças, o sindicato não estava negociando com boa fé. Também iniciamos um litígio no Tribunal Federal’, esclareceu.

‘A NBA trabalhou com boa fé durante todo o processo de negociação coletiva, mas como nossa proposta revisada de negociação não foi de seu agrado, o sindicato decidiu tornar realidade a ameaça do senhor Kessler’, ressaltou o comissário no comunicado.

Stern espera conseguir no futuro um novo convênio coletivo, mas neste momento existe o perigo real de cancelamento da temporada 2011-12. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade