Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sport empata com Salgueiro e perde a chance de disparar no Estadual

O tão esperado duelo entre os dois primeiros colocados do Campeonato Pernambucano não atendeu às expectativas dos torcedores de Sport e Salgueiro e acabou em um empate sem gols na Ilha do Retiro. A igualdade fez o Rubro-Negro desperdiçar a chance de se isolar na ponta da competição e permitirá a aproximação do Náutico caso a equipe vença neste domingo.

Em uma atitude inusitada, a diretoria do Sport encheu o gramado de seu estádio com areia. A instrução foi dada por uma agrônoma, que destacou os pontos positivos que a medida traria para a qualidade do campo. Entretanto, os times pareceram estranhar as novas condições de jogo e não conseguiram criar boas oportunidades ao longo do primeiro tempo.

As duas grandes chances do Sport em abrir o placar na etapa inicial surgiram nos minutos finais. Na primeira delas, Diogo Oliveira bateu de fora da área e viu a bola passar muito perto da trave de Luciano. Logo em seguida, Jael cruzou para dentro da área e Marquinhos Gabriel cabeceou na trave.

A falta de ímpeto e criatividade demonstrada pelo setor ofensivo do Leão da Ilha fez o técnico Mazola Júnior tomar providências. Já no começo do segundo tempo, o treinador tirou Julinho e colocou Milton Júnior, mas nenhuma alteração efetiva ocorreu no modo do time jogar. A impaciência do comandante rubro-negro cresceu e fez com que Moacir desse lugar a Renato alguns minutos depois.

Além da deficiência técnica das duas equipes, o árbitro da partida contribuía para que o jogo ficasse cada vez mais truncado. Uma série de cartões amarelos foi mostrada para ambos os clubes e deixaram os jogadores com certo receio de entrarem firme nas jogadas.

Tal postura permitiu a criação das duas investidas que mais chegaram perto de serem convertidas em gols. Pelo lado do Sport, Willians levou a melhor em uma dividida e chutou forte, exigindo que Luciano fizesse uma grande defesa. O Carcará, por sua vez, quase balançou as redes após uma falha coletiva dos defensores rubro-negros.

Cansado, Willians pediu para deixar o campo e Mazola Júnior resolveu colocar o meia Roberson em seu lugar. Em sua única participação contundente no duelo, o jogador subiu mais alto que os defensores e cabeceou firme. A bola acertou caprichosamente o travessão de Luciano e decretou o amargo empate sem gols na Ilha do Retiro.

O ponto somado para cada lado fez o Sport chegar aos 37 na competição, mantendo o primeiro lugar por mais uma rodada. Já o Salgueiro continua em segundo lugar, com 35, e poderá ser ultrapassado caso o Náutico conquista um resultado positivo sobre o Ypiranga.