Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Spoiler? Jornal espanhol antecipa ganhador da Bola de Ouro

Responsáveis pela premiação da 'France Football' já teriam viagem marcada para tirar a foto de capa da revista, que divulgará o prêmio na próxima semana

A tradicional premiação da Bola de Ouro, que voltou a ser divulgada pela France Football e não mais pela Fifa, já tem um ganhador – pelo menos é o que o colunista Francesc Aguilar, do jornal espanhol Mundo Deportivo, antecipa com fontes pessoais não reveladas. Aí vem o spoiler: o principal jogador do Real Madrid, Cristiano Ronaldo, será premiado como melhor do mundo pela conceituada revista francesa na próxima segunda-feira.

O diário esportivo diz que alguns funcionários ligados ao prêmio já têm viagem marcada para quinta-feira, com destino à capital espanhola, para fazer as fotos que serão publicadas na edição especial da France Football na próxima semana. Cristiano Ronaldo já estaria notificado do primeiro lugar na votação. Ainda de acordo com o Mundo Deportivo, Lionel Messi ficaria em segundo lugar, com a Bola de Prata, e o terceiro ainda estaria indefinido, com Neymar, Luiz Suárez e Antoine Griezmann como principais postulantes.

O jogador Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, comemora após marcar gol em partida contra o Deportivo Alavés, válida pela La Liga, realizada no estádio de Mendizorroza, na Espanha - 29/10/2016

A parceria entre a France Football e a Fifa para a entrega da Bola de Ouro, entre 2010 e 2015, teve domínio de dois jogadores: só Lionel Messi, faturou quatro Bolas de Ouro nesse período (2010, 2011, 2012 e 2015), tendo conquistado a primeira em 2009, quando o prêmio era no mesmo formato atual. Cristiano Ronaldo faturou a premiação da France Football em 2008 e a unificada em 2013 e 2014. A nova premiação da Fifa, intitulada “The Fifa Best Awards”, tem como finalistas Cristiano Ronaldo, Lionel Messi e Antoine Griezmann e o ganhador será revelado em evento de gala no dia 9 de janeiro.

Nesta temporada Cristiano Ronaldo é o favorito por ter ajudado o Real Madrid a conquistar a 11ª Liga dos Campeões – a segunda consecutiva – e ser decisivo para fazer da seleção de Portugal campeã inédita da Eurocopa 2016. Messi conseguiu chegar neste ano com a Argentina à final da Copa América – perdendo para o Chile – e garantiu o título do Campeonato Espanhol ao Barcelona.