Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

SP e Rio têm 4 enredos esportivos, mas só um sobre Copa

Leandro de Itaquera foi a única escola nos 2 maiores sambódromos brasileiros a falar sobre o Mundial. Nesta segunda, Zico e Senna serão os homenageados

O Carnaval é a principal festa popular do país, uma paixão do brasileiro. No resto do ano, ele volta suas atenções para o esporte mais popular do mundo, o futebol. Em ano de Copa do Mundo no país, era de se esperar que o assunto dominasse os enredos das escolas. Mas nos dois principais desfiles, o do Rio de Janeiro e o de São Paulo, só uma agremiação pensou em tratar do assunto – a Leandro de Itaquera, que abriu a festa no Sambódromo paulistano na noite de sexta-feira, foi a primeira e única a grande escola a falar de Copa. Na letra de Ginga Brasil, Futebol é Raça em 2014: A Copa do Mundo Começa Aqui, a escola da Zona Leste destaca o Itaquerão, palco da abertura do torneio, no dia 12 de junho, no bairro da própria agremiação, no jogo que promete “tremer” o estádio e fazer o “povo delirar”. Curiosamente, é um ano em que o esporte está muito presente nos temas escolhidos pelos carnavalescos: há enredos sobre Ronaldo, Zico e Ayrton Senna. A Gaviões da Fiel, que desfilou no sábado, decidiu homenagear o ex-craque Ronaldo. A letra lembra a carreira vitoriosa do craque e a superação do ex-atacante depois das contusões – além, claro, da passagem pelo Corinthians, de boa lembrança para os integrantes da torcida-escola. Zico é o enredo da Imperatriz Leopoldinense, do Rio, que desfila nesta segunda. A carreira do ex-jogador é retratada com alegria, com espaço até para a importância de Zico no futebol japonês. Por fim, a vida de Senna foi a homenagem escolhida pela Unidos da Tijuca, do Rio. A canção mostra o poder e a emoção da velocidade e chega a citar até o desenho Corrida Maluca, criado no fim da década de 1960, para chegar às conquistas do ídolo máximo do automobilismo brasileiro, morto em um acidente que completará 20 anos em 2014.