Clique e assine a partir de 9,90/mês

Sobrevivente, Alan Ruschel pediu que guardassem sua aliança

Lateral-esquerdo do Chapecoense foi um dos cinco sobreviventes do acidente aéreo, que matou ao menos 76 pessoas

Por Da redação - Atualizado em 29 Nov 2016, 13h19 - Publicado em 29 Nov 2016, 09h49

Ao chegar ao Hospital de La Ceja, o lateral-esquerdo do Chapecoense Alan Ruschel perguntava insistentemente pela família. Ele foi um dos cinco sobreviventes do acidente com o avião da Chapecoense, que matou 75 pessoas. O jogador pediu que guardassem sua aliança de casamento antes de entrar para uma cirurgia, pela qual está passando no momento.

Leia também:
Temer decreta luto de três dias por tragédia da Chapecoense
Anac negou voo direto da Chapecoense para Medellín
Relembre outras tragédias aéreas do esporte

 

Nas redes sociais, a irmã do jogador, Amanda, escreveu: “Graças a Deus o Alan está no hospital, estado estável. Estamos orando por todos que ainda não foram socorridos, e força para todos os familiares. Situação complicado, difícil. Só Deus para dar força mesmo. Obrigada, Deus”.

O avião com a equipe da Chapecoense caiu na madrugada desta terça-feira, na Colômbia. O time viajava à cidade colombiana de Medellín, onde disputaria a final da Copa Sul-Americana amanhã contra o Atlético Nacional. O avião se chocou com o solo em uma região montanhosa na cidade de La Union.

Continua após a publicidade

A decolagem de Guarulhos aconteceu por volta das 15 horas, com chegada à meia-noite na Bolívia. A queda aconteceu por volta da 1 hora da madrugada, no horário de Brasília, próximo à cidade de La Unión.

(Com EFE)

Publicidade