Clique e assine a partir de 8,90/mês

Sob olhar do tio ‘coruja’, Felipe Meligeni é eliminado do Rio Open

O austríaco Dominic Thiem, número 4 do mundo, confirmou o favoritismo com dificuldade e rasgou elogios ao carinho do público brasileiro

Por Danilo Monteiro - Atualizado em 19 fev 2020, 22h07 - Publicado em 18 fev 2020, 23h37

O brasileiro Felipe Meligeni, de 22 anos, foi eliminado pelo austríaco Dominic Thiem, número 4 do ranking da ATP, nesta terça-feira, 18, em jogo válido pela primeira rodada do Rio Open. Sob olhar e torcida de Fernando Meligeni, o tio “coruja”, o tenista de Campinas deu trabalho para o favorito adversário e perdeu com parciais de 2×6/6×4/1×6, em 2h04 de partida.

“Antes do jogo, ele (Fernando) veio até o vestiário e me disse para curtir, para chamar a galera, porque era uma experiência única e não era impossível vencer. Depois, ele me parabenizou e falou que consegui aplicar em quadra tudo que conversamos antes e que dei tudo o que tinha”, revelou Felipe, em coletiva.

Continua após a publicidade

Thiem confirmou a superioridade técnica no primeiro set, controlando os games até conseguir a parcial de 6×2. O austríaco, porém, sentiu uma lesão no joelho esquerdo e precisou de atendimento médico. Meligeni se aproveitou da situação e cresceu, com pontos espetaculares que levantaram a quadra central do Rio Open, fechando o set em 6×4.

“Foi uma sensação incrível jogar com todo esse apoio da torcida, ganhando um set contra um cara 4 do mundo, ninguém esperava isso. Deixei tudo em quadra e acho que isso começou a custar no lado físico, comecei a sentir câimbra, mas estou muito feliz com o nível técnico que apresentei, acho que estou em um bom caminho”, comentou Felipe.

“Meu primeiro set foi muito bom, mas senti uma dor intensa no joelho no primeiro game do segundo. Fiquei muito preocupado, porque nunca tive lesões ou senti algo no joelho, então não sabia muito bem como lidar, mas isso foi passando durante o jogo – o que é um ótimo sinal. Acho que estarei recuperado amanhã”, disse Thiem, em coletiva.

O tenista austríaco Dominic Thiem em ação contra Felipe Meligeni, na primeira rodada do Rio Open 2020 Rio Open/Reprodução

No set decisivo, Thiem ainda aparentava sentir um desconforto no joelho esquerdo, mas com menor limitação. Meligeni lutou, lembrando o próprio tio, campeão Pan-Americano em 2003, mas não resistiu e viu o austríaco fechar o set em 6×1. O tenista brasileiro saiu de quadra ovacionado, assim como Thiem, que agora enfrentará o espanhol Jaume Munar (99º) na segunda rodada e contará com a boa relação com o público brasileiro.

“A torcida, óbvio, estava torcendo para o Felipe, mas a atmosfera estava divertida para jogar. Desde meu título aqui, em 2017, tenho uma relação bem especial com os torcedores brasileiros e esse é um dos motivos para me fazer voltar a jogar no Rio”, finalizou o austríaco.

Continua após a publicidade
Publicidade