Clique e assine a partir de 9,90/mês

Só Neymar representa o Brasil entre os melhores de 2012

Fifa divulga lista com 23 melhores jogadores e dez melhores técnicos do ano

Por Da Redação - 29 out 2012, 12h03

Os melhores do ano

JOGADORES

Agüero (Argentina), Alonso (Espanha), Balotelli (Itália), Benzema (França), Buffon (Itália), Busquets (Espanha), Casillas (Espanha), Cristiano Ronaldo (Portugal), Drogba (Costa do Marfim), Falcao (Colômbia), Ibrahimovic (Suécia), Andrés Iniesta (Espanha), Messi (Argentina), Neuer (Alemanha), Neymar (Brasil), Özil (Alemanha), Piqué (Espanha), Pirlo (Itália), Sergio Ramos (Espanha), Rooney (Inglaterra), Yaya Touré (Costa do Marfim), Robin van Persie (Holanda), Xavi (Espanha)

TÉCNICOS

Vicente del Bosque (Espanha), Roberto Di Matteo (Chelsea), Alex Ferguson (Manchester United), Pep Guardiola (ex-Barcelona), Jupp Heynckes (Bayern), Jürgen Klopp (Borussia Dortmund), Joachim Löw (Alemanha), Roberto Mancini (Manchester City), José Mourinho (Real Madrid), Cesare Prandelli (Itália)

Em sua pior colocação na história do ranking da Fifa, o futebol brasileiro terá sua pior representação na festa anual de melhores do ano promovida pela entidade. Nas duas listas divulgadas nesta segunda-feira, de melhores jogadores e melhores técnicos de 2012, o Brasil só aparece com um candidato, Neymar (na semana passada, Marta foi uma das indicadas entre as mulheres). O jovem craque do Santos está pela segunda vez na pré-seleção de candidatos à Bola de Ouro, ao lado de outros 22 atletas. O país com maior número de jogadores indicados é a atual campeã mundial e europeia, a Espanha, com sete concorrentes, além de dois técnicos. Há ainda três italianos e dois alemães, entre outros (confira no quadro ao lado). Os indicados foram definidos por integrantes do Comitê de Futebol da Fifa e por especialistas indicados pela revista France Football, que organiza o prêmio em conjunto com a entidade. Os três finalistas do prêmio serão revelados em 29 de novembro, em uma cerimônia que será realizada em São Paulo.

Leia também:

Leia também: Messi recebe Chuteira de Ouro da temporada 2011/2012

O vencedor será definido pelos votos dos capitães e dos técnicos de todas as seleções do mundo, além de jornalistas selecionados pela France Football. O troféu será entregue na festa de gala da Fifa, em Zurique, em 7 de janeiro de 2013. Nas últimas três edições do prêmio (nas duas mais recentes, já no formato atual, com a parceria entre Fifa e France Football), o argentino Lionel Messi dominou a disputa, igualando Zidane e Ronaldo na lista dos maiores vencedores do troféu. Se vencer mais uma vez, será o recordista isolado. Neste ano, porém, ele tem a concorrência forte de Cristiano Ronaldo, que liderou o Real Madrid na conquista do Campeonato Espanhol contra o próprio Barcelona de Messi. A falta de títulos importantes no ano deixa Messi ameaçado na premiação pela primeira vez desde que ele despontou como o melhor do mundo (no quadro abaixo, os principais concorrentes). Entre os técnicos, são considerados favoritos Vicente del Bosque (campeão europeu com a Espanha), Roberto Di Matteo (campeão da Liga dos Campeões com o Chelsea) e José Mourinho (campeão espanhol com o Real).

Continua após a publicidade
Publicidade