Clique e assine a partir de 9,90/mês

Só falta voar: SLS AMG Black Series aterrissa no país

Superesportivo da Mercedes acelera de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos. Custa R$ 1,2 milhão

Por Da Redação - 7 jan 2014, 12h52

Enquanto isso, lá fora…

Nos EUA, esse modelo custa a partir de:

  1. • SLS AMG Black Series: 275.000 dólares, ou 650.000 reais

Leia também: Por que o carro é tão caro no Brasil?

A versão Black Series do supercupê SLS AMG, equipada com um motor V8 de 631 cv e capaz de acelerar de 0 a 100 quilômetros por hora em apenas 3,6 segundos, já pode ser encomendada por consumidores brasileiros. Considerado pela Mercedes-Benz o “asas de gaivota” mais veloz de todos os tempos – referindo-se à forma como as portas se abrem e que lembram o movimento do pássaro -, a Série Negra está disponível para quem puder desembolsar 499.000 dólares (aproximadamente 1,2 milhão de reais). A versão é limitadíssima: por exemplo, nos Estados Unidos, no máximo 150 unidades devem ir para as lojas.

Continua após a publicidade

Leia também:

Continua após a publicidade

Vezel, o próximo Honda brasileiro: para brigar com EcoSport e Tracker HB20 fecha ano em alta entre os consumidores brasileiros Volkswagen Up! chegará às lojas logo depois do Carnava

A Série Negra é inspirada no SLS AMG GT3, versão desenvolvida para disputar competições em circuitos fechados. Por isso, a Black Series traz características voltadas para melhorar o desempenho do superesportivo, tais como o motor 70 cv mais potente que o V8 6,3 litros do SLS AMG convencional e o peso reduzido em 70 quilos – graças à substituição de componentes de aço por outros de titânio ou de alumínio fundido por equivalentes de fibra de carbono, mais leves e resistentes.

O conjunto mecânico do Black Series inclui ainda a transmissão Speedshift DCT, de sete marchas, e o novo bloqueio de diferencial eletrônico, ambos desenvolvidos pela AMG. Com esta configuração, ela é capaz de acelerar de 0 a 100 quilômetros por hora em 3,6 segundos e atingir a velocidade máxima de 317 quilômetros por hora. Em termos de potência, a Black Series é superada apenas pelo SLS AMG Coupé Electric Drive, que possui potência combinada de 750 cv.

Continua após a publicidade

Leia também:

Continua após a publicidade

LaFerrari: Eto’o já tem uma, Cristiano Ronaldo ainda não Primeiro Mustang da linha 2015 vai ser leiloado pela Ford Lamborghini revela o Huracán, que vai substituir o Gallardo

O chassi e a suspensão do SLS AMG especial também receberam melhorias para aprimorar seu comportamento, como o acerto mais rígido dos componentes e ajuste eletrônico dos amortecedores, entre outras modificações. O sistema de freios, que inclui grandes discos feitos de cerâmica, ficou 40% mais leve, o que contribuiu para melhorar sua eficiência.

Leia também:

Continua após a publicidade

Jeep Grand Cherokee 2014 chega por R$ 185.900 Tracker chega por 71.990 reais para brigar com o EcoSport Peugeot revela sua arma contra o EcoSport: o 2008 EcoSport ganha câmbio automático e tração 4×4

Dentro da cabine, além dos revestimentos em Alcantara e os detalhes em vermelho, ressaltando o perfil esportivo do Black Series, há diversas telas onde é possível conferir a performance do carro em tempo real. Nelas são exibidas, entre outras informações, a aceleração de 0 a 100 quilômetros por hora, temperaturas do óleo do motor, do fluído da transmissão, a pressão de cada pneu, além da potência e do torque. O sistema de som, encomendado pela Mercedes à Bang & Olufsen Beo Sound, também é de alto desempenho: vem com onze alto-falantes, amplificador de 1.000 watts de potência e tecnologia Dolby Digital 5.1. Em tempo: as asas de gaivota só abrem com o carro parado.

https://youtube.com/watch?v=OxhWw6t3ZJg%3Frel%3D0

Publicidade