Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Sincero, Moacir reconhece desvantagem na briga pela titularidade

Por Da Redação 8 set 2011, 18h40

O técnico PC Gusmão ainda não definiu quem será o substituto de Thiaguinho no time titular do Sport diante do Grêmio-SP neste sábado, às 16h20 (de Brasília), mas a disputa, segundo os próprios concorrentes, é sadia.

Thiaguinho é titular da lateral direita, mas ficará três partidas longe do time e deixou a posição vaga para dois jogadores disputarem: Renato e Moacir.

O segundo está recuperado de lesão, mas afirma que não é justo que assuma a titularidade, já que Renato está treinando forte na expectativa por uma oportunidade: ‘Eu tenho que ser sincero: é injusto eu voltar a jogar assim, pode ser ruim até para mim. Pelo tempo que eu passei fora, a falta de ritmo de jogo atrapalha qualquer atleta. Não sei o que o professor está pensando, mas o Renato está em uma sequência maior e tem a preferência. Eu fico trabalhando e esperando a oportunidade. Se for nesse sábado eu agradeço’.

Desde que Moacir passou a fazer parte do elenco do time pernambucano, a disputa pela camisa 2 tem sido intensa. Com Hélio dos Anjos, Renato era o preferido e Moacir atuava no meio-de-campo. Já com Mazola Júnior, Thiaguinho se tornou titular e Moacir se lesionou. Com PC Gusmão, o terceiro treinador, Thiaguinho foi absoluto na posição.

O ex-corinthiano tem consciência de que está retornando de lesão e comenta a ?disputa’ pela titularidade. ‘Me sinto bem, faz quinze dias que venho treinando forte e fazendo testes. No momento eu me sinto bem. A briga na direita é desde o início, com Thiaguinho e Renato, mas é uma briga sadia, trabalhamos e brincamos juntos, o clima é ótimo’, garantiu.

Continua após a publicidade
Publicidade