Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Simone Biles descarta salto e barras, mas ainda avalia trave e solo

Federação americana de ginastica olímpica emitiu comunicado dizendo que a ginasta continua sendo avaliada pelo departamento médico

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2021, 15h15 - Publicado em 31 jul 2021, 12h23

A Federação de Ginástica Olímpica dos Estados Unidos emitiu um comunicado na noite desta sexta-feira, 30, anunciando que Simone Biles decidiu não participar das finais de domingo para salto e barras, na Olimpíada de Tóquio. “Ela continuará a ser avaliada diariamente para determinar se competirá nas finais para exercícios de solo e trave”, diz a nota sobre as provas da próxima semana.

A seis vezes medalhista olímpica de 24 anos se retirou das competições durante as finais por equipes na terça-feira e também ficou de fora da final geral de quinta-feira. Biles disse nas redes sociais na sexta-feira que está lidando com a súbita incapacidade de se sentir confortável enquanto gira no ar.

LEIA TAMBÉM: De carne e osso: Olimpíada escancara desordens mentais que afetam atletas 

Biles disse que já lutou contra o problema antes, mas normalmente apenas quando se trata de exercícios de salto e solo. Desta vez, é um problema em todos os quatro aparelhos. Ela está programada para competir na trave de equilíbrio e nas finais de exercícios de solo na próxima semana.

MyKayla Skinner, que teve a quarta maior pontuação no salto durante as qualificações, vai competir nas finais do exercício ao lado de Jade Carey, que terminou com a segunda maior pontuação. Skinner inicialmente não chegou às finais do salto porque as regras da Federação Internacional de Ginástica permitem a cada país um máximo de dois atletas por evento nas provas.

Skinner, de 24 anos, foi suplente da equipe olímpica de 2016 que conquistou o ouro no Rio de Janeiro. Ela entrou para a equipe de 2020 como “mais uma”, competindo em todos os quatro eventos durante a qualificação no último domingo. Na verdade, ela terminou em 11º no geral durante a qualificação, mas não chegou à final de 24 mulheres porque Biles e a eventual campeã Sunisa Lee obtiveram melhores pontuações entre os competidores americanos.

Continua após a publicidade
Publicidade